Cuidado, Cuca! Felipe Melo vai te derrubar... - Prorrogação

Cuidado, Cuca! Felipe Melo vai te derrubar…



O relacionamento instável entre Felipe Melo e Cuca pode precipitar a saída do treinador do Palmeiras. Crédito: Divulgação

O que o amigo leitor faria se um subordinado o esculhambasse em um áudio de WhatsApp vazado? Como ficaria a sua imagem perante a sua empresa? E perante aos outros colegas? E a sua família? Complicado, não? Bom, o futebol parece, em muitos casos, uma ilha à parte do mundo. Não consigo ver, em uma empresa de um ramo qualquer, um relacionamento sadio, ou profissional, após o conteúdo que foi revelado por Felipe Melo em relação ao Cuca. A diretoria do Palmeiras consegue.

Tudo bem que a reintegração de Felipe Melo já vai completar duas semanas e, até o momento, não tivemos notícias de animosidades entre as partes. Entendo que o Palmeiras queira preservar o seu patrimônio e não desvalorizar um ativo tão precioso, além de não sofrer um inevitável processo trabalhista. Embora possa parecer uma maçã podre no cesto, Felipe Melo conta com a aprovação da torcida, principalmente, pelo fato de, os resultados não terem sido positivos no período do seu afastamento. E no futebol isso significa tudo!

Recentemente, vimos um caso parecido acontecer no Vasco, com Nenê. A diferença na Colina é que, o próprio meia, pediu o seu afastamento. Em clara rota de colisão com o então técnico Milton Mendes, o jogador não aceitou a condição de reserva. E a permanência de Nenê no clube foi fatal para o treinador. Caso o meia tivesse sido vendido ou afastado em definitivo, a vida de Milton no Vasco teria sido mais tranquila. Lá dentro, Nenê foi péssima influência para os companheiros em relação ao chefe. E não deu outra, minado, o técnico foi demitido.

Por isso, Cuca corre perigo no comando do Palmeiras. Felipe Melo está lá, vivo e ativo. E não gosta de Cuca, já declarou isso. Só os resultados positivos podem servir de antídoto para a mordida do “Pitbull”. É difícil falar o que um profissional deve ou não fazer mas, eu, no lugar do técnico, teria pedido o boné no minuto seguinte à reintegração de Felipe Melo. É uma convivência envenenada. Não tem como dar certo. Aliás, só existiria uma maneira dessa parceria ter sucesso: um título. Mas, isso me parece improvável nessa temporada!

 

Outros relacionamentos que não deram certo:

 

  • Este ano, depois de muitos ruídos com o técnico Milton Mendes, Nenê pediu para ser negociado. Sem propostas, o jogador permaneceu no elenco do Vasco. A presença dele foi negativa para o comando de Milton, que acabou se desgastando aos poucos. Após maus resultados e com a volta do jogador ao elenco, o treinador acabou demitido.

 

  •  Em 1995, o ex-atacante Romário e o técnico Vanderlei Luxemburgo entraram em rota de colisão. Na época, o Flamengo tinha um elenco de primeira com jogadores como Sávio, Romário e Edmundo. Luxa era, na época, o principal técnico do futebol brasileiro. Apesar do investimento feito no futebol, o Flamengo não obteve resultados significativos. Ao discordar das regalias do Baixinho, o treinador foi demitido.

 

  •  Na temporada de 2010, o atacante Neymar se envolveu em uma polêmica com o então treinador do Santos, Dorival Júnior. Na partida do Peixe contra o Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, o jogador ofendeu o comandante com palavrões. Para manter o respeito à hierarquia, Dorival puniu, por conta própria, punir o atleta, e o barrou do jogo seguinte, contra o Guarani. O empate em 0 a 0 com o Bugre iniciou o processo de “fritura” do técnico. Dorival manteve a punição para o clássico com o Corinthians e a diretoria, irritada, demitiu o comandante, que tinha até o momento da saída, 65% de aproveitamento e dois títulos conquistados: a Copa do Brasil e do Campeonato Paulista, ambos em 2010.


Cancelar Resposta

  1. andre moreno disse:

    acho que uma hora ou outra o cucca vai colocar ele pra jogar nao vai ter jeito se nao colocar ele como a torcida quer o tecnico ja era vao mandar embora o cuca tambem agvuarde mais um capitulo da novela cucax felipe melo

  2. Gaetano Misiti disse:

    Desculpe, amigo, mas não é necessariamente assim e muito menos, segundo o entendimento do texto, definitivamente assim.
    Sou empresário e as empresas com perfil moderno estão mudando esse conceito de animosidades que deixam resquícios. O perfil profissional tem superado com maestria, as diferenças pessoais em favor do resultado. Os comandantes sitados são profissionais que não adotaram esse padrão e, até por esse motivo, podem vir a perder ou até mesmo estão perdendo mercado.
    Nas empresas hoje e eu, particularmente, tenho enfrentado situações como essa e em alguns casos uma das partes tem se arrependido com sinceridade de atitudes impensadas, precipitadas ou motivadas pela ignorância dos fatos e no fim da estória se tornam amigos, ofensor e ofendido.
    Claro que não quero dizer que isso seja uma regra geral, mas uma tendência. Ficaria feliz em saber que Felipe e Cuca, de fato, se entenderam e infeliz em saber que suas afirmativas sobre a não tolerância mútua se trata apenas de uma ilação, como tantos outros que temos visto na mídia.

  3. Luís Pinheiro disse:

    César Guimarães, você já experimentou fazer algo chamado Perdão? Pois é, esse gesto deve vim junto do esquecimento, pois senão há não é perdão.
    Trabalho em uma grande empresa,vê isso acontece diariamente,mas todos estão alí em uma única causa, a empresa, se for levado para o lado pessoal uma mágoa dita no momento de uma reunião, você não é profissional.
    O que o Felipe Melo fez, odos estão sujeitos a cometerem,mas a hipocrisia é gritante no meu jornalístico.
    Experimente perdoar verdadeiramente alguém e você nunca mais irá julga novamente.
    Que Deus lhe abençoe, você e sua família.

  4. Silvando disse:

    Todos merecem uma segunda chance. Ele não agrediu ninguém físicamente .só ficou feio para ele

  5. Walter Sena disse:

    Faço de muitas de suas palavras a minha César, apesar de gostar e torcer pelo Melo da e certo no Palmeiras, acho que o relacionamento nunca será perto de bom, a não ser como você disse, um milagre do título, como palmeirense torço por isso, abraço César.

  6. Amarildo papa disse:

    O blogueiro conversou com os dois para saber o que se passa? Tipo de matéria desnecessária e feita só para jogar veneno. Imprensa de M…

  7. Carlos disse:

    Felipe Melo: o melhor carrinho pra lateral seguido de comemoração !!!
    Muito mimimi por nada !

  8. Lucas disse:

    Logo se vê que o escritor nunca trabalhou em chão de fábrica, pq se tivesse trabalhado, saberia q isso ocorre com muita frequência, essa material é totalmente tendenciosa, e de total mal carácter.

  9. Acho que alguns “jornalistas” devem para Com o papel de mãe Dinah e focar em jornalismo esportista de verdade.
    Tem um monte de jogadores da segunda, terceira e quarta divisão que não tá recebendo salário e passando fome e não vejo nenhum jornalista esportivo focar nisto.

  10. ALFONSO FORINO NETO disse:

    ESSA MATÉRIA ME DEU A NÍTIDA IMPRESSÃO QUE O JORNALISTA QUE ESCREVEU ESTA MATÉRIA NÃO TINHA ASSUNTO OU ENTÃO ESTÁ QUERENDO TUMULTUAR O COTIDIANO DO PALMEIRAS. QUERER COMPARAR FELIPE MELO COM ROMÁRIO E NEYMAR É MUITO PARA A MINHA CABEÇA, O FUTEBOL E A IMPORTÂNCIA DO FELIPE MELO ESTÃO HÁ ANOS LUZ DA DUPLA CITADA QUE DERRUBOU TREINADORES. A DIRETORIA DO PALMEIRAS FOI ACONSELHADA PELO DEPTO, JURÍDICO E ELES TOMARAM A DECISÃO CORRETA, OU SEJA, COZINHAR O FELIPE MELO ATÉ APARECER UMA OPORTUNIDADE DE SE LIVRAR DELE.

  11. ALFONSO FORINO NETO disse:

    ME DÁ A IMPRESSÃO QUE TEM GENTE QUERENDO TUMULTUAR O AMBIENTE DO PALMEIRAS, O CASO FELIPE MELO JÁ ESTÁ RESOLVIDO, É SÓ QUESTÃO DE TEMPO PARA ELE IR PARA OUTRO CLUBE. É UMA PENA QUE NÃO TENHA DADO CERTO PORQUE EU GOSTO DO FUTEBOL DELE E LHE ESCALARIA NA ZAGA.

MaisRecentes

Quem quer a Argentina fora da Copa do Mundo não gosta de futebol!



Continue Lendo

A única saída para Muralha era pegar todos os pênaltis!



Continue Lendo

Jô não pode pagar essa conta sozinho!



Continue Lendo