Primeira missão cumprida



Diego Pereira (Foto: Divulgação / Qatar SC)

Há exatamente uma semana, a bola voltou a rolar aqui no Qatar. A tabela nos colocou em campo justamente no dia do retorno, e acabamos amargando uma derrota por 2 a 1 para o Al Rayyan. Jogamos bem, saímos na frente, foi um grande jogo. É levantar a cabeça e seguir trabalhando, como fizemos ao longo dos últimos dias. Mas tem um fato que é para ser comemorado: não tivemos nenhum jogador lesionado neste reinício de competição. Com isso, completo dois anos de Qatar SC como preparador físico, e não tive um caso sequer de lesão muscular no time. O fato me deixa muito orgulhoso, e é fruto de muito trabalho em equipe com toda comissão técnica.

Na volta do futebol na Europa após a parada por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), principalmente na Alemanha e Espanha, as lesões assombraram jogadores e comissões técnicas. Inúmeros atletas tiveram a temporada encerrada de maneira definitiva logo após o primeiro jogo do retorno. Os números me chamaram atenção, e intensifiquei ainda mais o sistema de prevenção de lesões que já trabalho com meus atletas.

Durante o período de isolamento social aqui em Doha, trabalhei de maneira online com todos os nossos jogadores, e eles foram extremamente comprometidos. Depois disso, na bolha de isolamento em hotéis, iniciamos treinamentos em grupos reduzidos (até cinco atletas), e depois passamos para as atividades com todos juntos.

Trabalhamos muito, muito mesmo, na preparação para a volta do futebol por aqui. Não ter nenhuma lesão em nossos atletas é uma vitória de todos do Qatar SC, equipe técnica e jogadores.

Logo mais estaremos novamente em campo, desta vez contra a equipe do Umm Salal. Jogo importante, e por isso peço a torcida de vocês.

Sigam meu trabalho também nas redes sociais: Instagram (@coachdiegopereira) e Facebook.

Até a próxima!



MaisRecentes

E a loucura chegou ao fim



Continue Lendo

Por dentro do Education City



Continue Lendo

أهلا بك: Bem-vindos!



Continue Lendo