Zagueiro colombiano, que atraiu Fla e Barça, brilha no Ajax



O zagueiro colombiano Dávison Sánchez, 20 anos, que conquistou a Copa Libertadores deste ano pelo Atlético de Medellin, que foi pretendido por Flamengo e Barcelona mas que acabou contratado pelo Ajax, é um destaques do início da Eredivisie (campeonato holandês) 2016/17.

Sánchez está na seleção da rodada disputada no último final de semana, na qual o Ajax goleou o PEC Zwolle por 5 a 1. Além de brilhar na fase defensiva ele assinalou 2 gols confirmando sua vocação de ótimo jogador nas duas grandes áreas durante um partida. O Ajax é o segundo colocado na competição que é liderada pelo Feyenoord.

Vale registrar que Sánchez não atuou na goleada sofrida pelo Ajax por 4 a 1 para o clube russo FK Rostov que o eliminou da Champions League 2016/17.

Overmars, Sánchez e Van der Sar na apresentação. (foto - ajax.nl)

Overmars, Sánchez e Van der Sar na apresentação. (foto – ajax.nl)

Proposta do Flamengo

O Flamengo, ainda no período em que era dirigido pelo técnico Murici Ramalho, fez uma proposta oficial pela transferência do jogador que girou entre € 2 e 3 milhões . A mídia brasileira especulava naquele momento que o clube rubro negro pretendia um zagueiro equatoriano, enquanto na verdade seus dirigentes buscavam de todas as maneiras a aquisição do jovem defensor do Atlético Medellín.

A direção do Flamengo entendia que precisava reforçar o sistema defensivo que fez com que o clube tivesse a terceira pior defesa do Campeonato Brasileiro de 2015 com 53c gols sofridos. Frustrada a tentativa pela aquisição de um jovem zagueiro de seleção, o clube se reforçou com Réver, 31 anos, Rafael Vaz, 28 anos, e acabou adquirindo o argentino Alejandro Donati, 29 anos, do Rosário Central.

Negócio quase fechado com o Barça

Logo em seguida o Barcelona praticamente fechou a contratação de Sánchez, que preferiu não seguir para o clube catalão pois ele chegaria para jogar no time B. Ele vinha sendo observado há muito tempo por Roberto Fernandez, principal responsável pelas contratações do clube de Neymar, Suárez e Messi. Segundo Néstor Villareal, procurador do jogador, declarou na época “Sánchez decidiu não jogar no Barcelona B por que não é o mais conveniente para ele, que se sente preparado para atuar numa equipe de primeira divisão europeia”.

Ajax pagou € 5 milhões

O Ajax de Amsterdam, que poucos dias antes já havia contratado o atacante colombiano Mateo Cassierra, 19 anos, junto ao Deportivo Cali, aproveitou e, em junho, pagou algo em torno de € 5 milhões pela sua transferência. Sánchez, decidido a chegar no futebol europeu na condição de titular de uma equipe importante, firmou um contrato de 5 anos. O clube holandês foi representado nas negociações por seu diretor de futebol, o ex-atacante Marc Overmars e pelo diretor comercial, o ex-goleiro Edwin Van der Sar.

Sánchez foi criado nas divisões de base do América de Cali. Seus pais, no entanto, se mudaram para Medellín por motivos profissionais. O Atlético aproveitou a oportunidade e o contratou.

Já em outubro de 2013, através do técnico Juan Carlos Osório, Sánchez passou a atuar na equipe principal do Atlético Nacional, atuando inclusive na Copa Libertadores daquele ano. Ele foi titular absoluto de sua equipe na campanha que culminou com o título de campeão da Libertadores de 2016.

Sánchez convocado por Pekerman

Sánchez foi convocado pelo técnico José Pekerman para a seleção de seu país visando as partidas contra Venezuela e Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 disputadas no início deste mês. Ele, no entanto, não jogou na derrota colombiana para o Brasil por 2 a 1 em Natal.

Vale a pena acompanhar a trajetória de Sánchez. Sua passagem por Amsterdam não deverá ser muito longa.

 



MaisRecentes

Mourinho foi mais Mourinho do que nunca em Estocolmo



Continue Lendo

Final da Europa League: Ajax e Manchester United duelam como bom humor no Twitter



Continue Lendo

Os 4 meninos prodígios do futebol mundial



Continue Lendo