Vem aí a Americas Champions League!



O futebol nas Américas pode estar a um passo de uma verdadeira revolução com o lançamento da ideia de uma Americas Champions League, reunindo os clubes que disputam a Copa Libertadores e a Concacaf Champions League (clubes da América do Norte e da América Central). O projeto é confrontar, por exemplo, um clube de Nova York da MLS com um grande clube brasileiro do Rio ou São Paulo ou um tradicional clube argentino contra um adversário sediado em Miami ou na Cidade do México.

O projeto da empresa MP&Silva já foi apresentado aos principais clubes da Argentina (Boca Juniors, River Plate, Racing, San Lorenzo e Independiente) e do Brasil (Flamengo, Corinthians e São Paulo). Segundo o italiano Riccardo Silva (sócio da MP&Silva) declarou ao site Calcio e Finanza.com a receptividade foi ótima e eles receberam sinal verde para o desenvolvimento da competição.

O Flamengo, por exemplo, encara a Americas Champions League com “bons olhos”, garante um importante dirigente rubro-negro que participou da primeira reunião com os idealizadores do projeto.

Riccardo Silva foi um dos fundadores da empresa em 2004 ( site da MP&SIlva)

Riccardo Silva foi um dos fundadores da empresa em 2004 ( site da MP&SIlva)

A previsão inicial é de que a primeira versão da Americas Champions League tenha início em novembro de 2017. Ela deverá contra com 64 clubes, entre eles: 14 a 16 clubes brasileiros, 10 argentinos, 8 mexicanos, 16 americanos e canadenses e os restantes advindos dos demais países da região.

A MP&Silva será a responsável pela negociação dos direitos de TV da competição. Os organizadores prometem distribuir 90% das receitas geradas pela exploração das propriedades de mídia e comerciais pelos clubes, contrastando enormemente com o fato de que na atual Copa Libertadores os clubes não chegam a receber 40% das receitas por ela geradas. O fato das partidas serem transmitidas pela TV na programação noturna da TV americana (EUA com 325 milhões de habitantes) deverá garantir uma receita interessante destes direitos comparadas a alcançada pela Champions League europeia transmitida em horários vespertinos nos EUA.

A negociação com os clubes americanos já começou e deverá garantir a participação de clubes tanto da MLS quanto da NASL. Clubes como o DC United (de propriedade do mesmo presidente da Inter de Milão) da MLS, assim como o Miami FC e do New York Cosmos devem participar.

Os organizadores da competição se revelam particularmente preocupados em demonstrar transparência na organização do evento considerando os fatos recentes que envolvem os dirigentes da Conmebol, da UEFA e da FIFA. Neste sentido, pretendem contar com a colaboração de um representante do judiciário americano na supervisão de todo o processo organizativo.

A MP&Silva já garantiu a contratação de Paul Tagliabue, ex-diretor geral da NFL, entre 1989/2006, período no qual a liga se transformou na mais rica do esporte profissional americano. Tagliabue é considerado por parte da mídia americana como o mais competente executivo das ligas americanas até hoje.

Riccardo Silva e Andrea Radrizzani fundaram a MP&Silva em 2004, acreditando na expansão do mercado de direitos de TV de eventos esportivos. Carlo Pozzali se tornou o terceiro sócio da empresa em 2005, responsável pelo mercado das Américas. A empresa tem escritórios em Londres, Nairóbi, Luxemburgo, Taipei, Jacarta, Madri, Paris, Varsóvia, Pequim, Munique, Miami, Hanói, Dubai, Dublin e Budapeste.

A MP&Silva tem a ESPN, a FOX, a Eurosport, a Bein Sports, a NHK e a ITV entre outras empresas de mídia como clientes.

 

 

 

 

 



  • giovani crvg

    O VASCO DA GAMA TAMBÉM PARTICIPARÁ, FIQUEI SABENDO AGORA.

  • Rafael

    Acho ótimo projeto!
    Só que a distância dos clubes pode ser um complicador para suas competições regionais .

MaisRecentes

Marco Asensio será o novo galático do Real Madrid?



Continue Lendo

Rummenigge, presidente do Bayern: “não podemos e não compraremos um jogador por € 222 milhões”



Continue Lendo

Monaco é o campeão europeu em faturamento nas transferências de jogadores



Continue Lendo