Suárez e Neymar: a dupla que neutralizou a Messidependência do Barcelona.



O Barcelona da tríplice coroa da temporada 2014/15 foi liderado pelo infernal trio MSN – Messi-Suárez-Neymar – mas, evidentemente, Lionel Messi aparecia como o comandante do esquadrão catalão.

A contusão do craque argentino, em 26 de setembro, durante a partida contra o Las Palmas, acabou por colocar em questão de maneira concreta a importância vital ou não de sua presença na equipe em termos de eficiência. Afinal, até onde vai a Messidependência deste campeoníssimo Barcelona?

Uma dupla infernal (foto - Víctor Salgado - fcbarcelona.com)

Uma dupla infernal, que integra um trio que faz história (foto – Víctor Salgado – fcbarcelona.com)

Pois as estatísticas das 9 partidas disputadas – 7 vitórias, 1 empate e 1 derrota – , desde então,  mostram que a dupla Suárez-Neymar superou qualquer expectativa. Os dois foram responsáveis por 18 dos últimos 21 gols barcelonistas, sendo que cada um deles assinalou 9 tentos. A já famosa amizade fraterna que une o artilheiro uruguaio e o craque brasileiro se traduziu também numa química, num entrosamento, numa intimidade técnica e esportiva surpreendentes.

A dupla – que vem gerando resultados maiores do que simplesmente a soma entre as partes – se revelou ainda mais contundente se considerarmos que, neste mesmo período, os meio campistas da equipe sofreram lesões consecutivas: Rafinha, Iniesta, Sergi Roberto e, na última partida contra o Bate, Rakitic.

A temporada do Barcelona que, para muitos, estaria comprometida a partir da ausência do extraordinário Lionel Messi, vai transcorrendo de maneira absolutamente positiva. A equipe soma o mesmo número de pontos que o arqui-rival Real Madrid na La Liga e lidera o Grupo E da Champions League a apenas 1 ponto da classificação para os play-offs.

Messi sonha em voltar no clássico contra o Real (foto - arquivo Lance!)

Messi sonha em voltar no clássico contra o Real (foto – arquivo Lance!)

Neymar definitivamente vai sendo encarado como um dos grandes nomes do futebol internacional contemporâneo em função de atuações individualmente prodigiosas e de números absolutamente fantásticos. Desde que chegou ao Barcelona ele já marcou 16 gols em 26 partidas de Champions League, se transformando já, no sexto maior artilheiro do clube nesta competição, atrás apenas de Messi (77 gols), Rivaldo (25 gols), Kluivert (21 gols), Luís Enrique (20 gols) e Eto’o (18 gols). Nas competições da atual temporada ele já assinalou 11 gols, e Suárez 12.

Diante de tudo isto: o que podemos esperar deste Barcelona quando Lionel Messi estiver em campo de novo? O que o MSN aprontará no futuro? Rafa Benitez perderá algumas horas de sono imaginando as respostas até o dia 21 de novembro quando seu Real Madrid receberá o Barcelona no estádio Santiago Bernabéu. Tudo indica que será o dia em que Lionel Messi voltará a vestir a camisa 10 azul e grená.

 

 

 



  • Ronaldo Paulino da Silva

    Só craque,tridente fabuloso,vai ser difícil existir outro;os caras comem a bola;tapando a boca de muitos comentaristas idiotas,que de futebol só conhece pela televisão,Neymar arrebentando,Suarez um astro,e sem Messi,imaginem o Argentino de volta,maestria para se ver e apreciar;Crtistiano Ronaldo fominha,nada faz pelo time,último jogo nada jogou.

    • José Dos Santos Beirauti

      Concordo e ainda diz que é uma lenda, só se for de gibi.

MaisRecentes

Presidente do Bayern detona valores especulados numa eventual transferência de Neymar.



Continue Lendo

Os extravagantes valores de uma eventual transferência de Neymar do Barça para o PSG



Continue Lendo

United x City jogarão pela primeira vez o “derby” de Manchester fora do Reino Unido.



Continue Lendo