Que Messi estará em campo no Chile? O extraterrestre ou o apenas craque?



Que Lionel Messi jogará esta noite na estreia da Argentina contra o Paraguai pela Copa América no Estádio La Portada na cidade de La Serena no Chile? O extraterrestre que quebra recordes, reinventa o futebol em muitas das vezes em que entra em campo e lidera o  fantástico time do Barcelona e seu MSN a grandes conquistas ou o craque, até hoje, sem títulos da seleção principal da Argentina?

Messi jogará no Chile sua terceira Copa América (foto - Arquivo Lance!)

Messi jogará no Chile sua terceira Copa América (foto – Arquivo Lance!)

Messi completará 28 anos no próximo dia 24. Apesar de todo o extraordinário cartel que já colecionou através do Barcelona, onde chegou ao elenco profissional, em 2003, e já conquistou 7 títulos da La Liga, 3 da Copa do Rei, 4 da Champions League e 2 do Mundial de Clubes da FIFA, Messi ainda não conquistou nem a Copa América, nem a Copa do Mundo pela seleção principal de seu país. Neste período ele já atuou pela Argentina, desde 2005, em 97 jogos e assinalou 45 gols, com média de 0,46 gol por partida.

Com os mesmos 28 anos, Maradona já tinha sido campeão da Copa do Mundo no México em 1986 e vice-campeão na da Itália em 1990. Ao final da carreira ele acabou disputando 91 jogos pela seleção argentina, entre 1977 e 1994, marcando 34 gols, com média de 0,37 gol por partida.

Os números definem por que Pelé tem que ser considerado o Rei do Futebol. Aos 28 anos, ele já havia ganho 2 Copas (Suécia, em 1958, e Chile, em 1962), estava a dois anos de conquistar a terceira no México em 1970, 2 títulos da Copa Libertadores (1962 e 63) e 2 do Mundial de Clubes (1962 e 63). Pelé, entre 1957 e 1971, vestiu a camisa da Seleção Brasileira em 92 partidas e marcou 77 gols, alcançado a transcendental marca de 0,83 gol por partida.

Pelé foi Tri em 70 no México (foto - Alberto Ferreira - AJB)

Pelé foi Tri em 70 no México (foto – Alberto Ferreira – AJB)

Lionel Messi é, sem dúvida, a maior figura da Copa América que está sendo disputada no Chile e, em função dele, a Argentina merece ser encarada como a grande favorita. Mas isto só eleva o nível de responsabilidade com que o craque nascido na cidade de Santa Fé e que chegou, em 2003, ao Barcelona terá que suportar na busca de seu primeiro título pela equipe principal de seu país.  Para um jogador extraterrestre como Messi, o título de campeão do Mundial de Clubes Sub-20, em 2005, e a Medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, são muito pouco.

E Neymar? Bom, ele só tem 23 anos. Em que nível de excepcionalidade como jogador da Seleção Brasileira e do futebol mundial ele estará com 28 anos, em 2020?



MaisRecentes

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo