Presidente do Barcelona: “Ronaldinho converteu o Barça num clube global”



O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, definiu o papel de Ronaldinho na história do seu clube: “Ronaldinho no converteu num clube global”. Ele concedeu uma longa entrevista aos diretores dos diários esportivos espanhóis que acompanham o Mundial de Clubes da FIFA, no Japão, na qual analisou o presente e o futuro do atual campeão espanhol e europeu.

Ronaldinho jogou no Barça entre 2003 e 2008 (foto - arquivo Lance!)

Ronaldinho jogou no Barça entre 2003 e 2008 (foto – arquivo Lance!)

Bartomeu partiu da sua versão de como se deu a evolução de seu clube no cenário do futebol. Segundo ele “Cruyff, como jogador, nos introduziu no mapa do futebol nacional. Depois, como técnico, nos levou à Europa. Ronaldinho fez do Barça um clube global. Messi nos pôs no universo. Neymar é o futuro”. Para ele, “nem Maradona, nem Schuster conseguiram colocar o Barça na mesmo nível que ele desfruta agora”.

O sucesso de Neymar no Barça só começou (foto fcbarcelona.com)

O sucesso de Neymar no Barça só começou (foto fcbarcelona.com)

Noutra dimensão Bartomeu entende que o futebol mundial contemporâneo tem 3 referências prioritárias: “O Barcelona, o Real Madrid e a Premier League. Nosso objetivo é chegar a €1 bilhão de faturamento anual. Para isto desenhamos um plano estratégico de 6 anos e estamos investindo na área comercial para nos transformarmos num clube sustentável. O Barcelona será o clube referência em 2021 no esporte mundial. Queremos consolidar a globalidade do Barça em 4 pilares básicos: desportivo, social, econômico e patrimonial”.

Josep Maria Bartomeu tem mandato até 2021 (foto - site oficial do FCB)

Josep Maria Bartomeu tem mandato até 2021 (foto – site oficial do FCB)

Neymar não é mais apenas o “N” do “MSN” fantástico, mas, por si só, um jogador especial no presente e absolutamente fundamental para o futuro do clube. Segundo Bartomeu “fomos nós que procuramos Neymar para conversar sobre a renovação de seu contrato. Não esperamos que ele tomasse a iniciativa. Pensamos que era necessário que nós nos antecipássemos. A evolução do jogador exigiu isto. Ele merece ser melhor remunerado.”

Para o presidente do Barcelona, Neymar é a peça chave do futuro do clube. Por isto, além de ajustar os valores de seu contrato é indispensável também rever a cláusula rescisória atual de €200 milhões, considerada insuficiente.

O Barcelona enfrentará o River Plate na final do Mundial de Clubes da FIFA, na manhã do próximo domingo, no International Stadium Yokohama”.

 



MaisRecentes

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo

Real Madrid, o “senhor das finais e do dinheiro” da Champions League



Continue Lendo

O seleto grupo dos tríplices campeões da Europa



Continue Lendo