Blogs Lance!

Planeta Fut

Paul Scholes: Pep Guardiola inspira a Inglaterra de Southgate



Paul Scholes, 44 anos, ex-meio campista do Manchester United e da seleção inglesa, tem se destacado na análise do sucesso da seleção de seu país na Copa do Mundo da Rússia e faz questão de destacar a influência de Pep Guardiola no trabalho do técnico Gareth Southgate.

Vale lembrar que Scholes sempre teve Guardiola como adversário pelo Barcelona nos vários embates contra seu Manchester United nos tempos de Alex Ferguson.

Em entrevista à canal de TV beIN Sports, Scholes chama a atenção para “como jogam nossos 3 defensores, a maneira como nosso goleiro atua usando tanto os pés. Não acredito que Gareth tenha descoberto um segredo. Creio que ele tem observado os times de Pep e se interessado em como se pratica este tipo de futebol”.

Segundo Scholes, “para um torcedor inglês ou um ex-jogador inglês o que queremos é ver o melhor futebol. E, neste momento, a Espanha joga o melhor futebol e o Manchester City também jogou o melhor futebol na Premier League na última temporada”.

Scholes propõe um caminho com resignação e realismo: “Se é assim por que não copiar este estilo de jogo?”

Paul Scholes jogou 66 partidas pela seleção inglesa (foto – AFP)

O Manchester United dos tempos de Paul Scholes e Alex Ferguson não era tão envolvente quanto o Barcelona, o Bayern ou o City de Pep Guardiola, mas se assemelhava no conceito de que deveria dominar o adversário e buscar sempre o ataque. Aquele time jogava com intensidade ofensiva o tempo todo. Cabia exatamente a Scholes mediar a cadência da equipe, funcionando como ponto de equilíbrio entre a verticalidade dos contra ataques com momentos mais ritmados em que a partida assim exigia.

O próprio Scholes tinha um estilo de jogo que não era muito diferente do que Andrés Iniesta e Xavi Hernández empregavam no período mais celebrado do Barcelona e da própria seleção espanhola.

A Inglaterra que enfrentará a Croácia na semifinal da Copa da Rússia mais uma vez deverá alinhar Kyle Walker, John Stones, Fabian Delph e Raheem Sterling no onze inicial o, segundo Scholes, vem facilitando a adoção dos conceitos aplicados por Gardiola no Manchester City na seleção.

Na verdade não é a primeira vez que Scholes relaciona Guardiola à seleção de seu país. Já em fevereiro do ano passado, o ex-jogador do Manchester United revelava o desejo de ver o técnico catalão no comando da seleção de seu país quando ele ainda não havia conquistado o título da Premier League.

Guardiola vai para a terceira temporada no City (foto – Sven Hoppe/ AFP)

Naquela altura Scholes tentava entender a adaptação de Pep à Premier League. Ele mantinha ao opinião de que “Pep ainda vai ter sucesso na Inglaterra, ele poderia melhorar na defesa porque você está sob pressão no campo todo, mas todos na Inglaterra amam o jeito que suas equipes jogam”.

Paul Scholes nasceu em 16 de novembro de 1974. Ele chegou à academia do Manchester United em 1991 e fez parte da geração fantástica que contava com David Beckham, Ryan Giggs, Nicky Butt, Gary e Phil Neville. Ele estreou na equipe profissional em 1994 numa partida pela Copa da Liga. Scholes integrou a equipe tríplice campeã da Europa na temporada 1998/99.

Ele se despediu do clube em 19 de maio de 2013 depois de atuar em 718 jogos e assinalar 155 gols com a camisa do Manchester United.



MaisRecentes

CR7 é caro, mas também uma máquina de gerar gols, audiência e dinheiro



Continue Lendo

A Copa do Qatar começa hoje para o Brasil. Não devemos nem perder tempo, nem perder Tite.



Continue Lendo

Da debacle espanhola à emocionante pelada entre Colômbia e Inglaterra, um balanço das oitavas da Copa.



Continue Lendo

Autor

Luiz Augusto Veloso

É jornalista com vasta experiência na cobertura de eventos como Copas do Mundo, Olimpíadas, Champions League e Copa Libertadores. Foi diretor de redação do Jornal dos Sports de 1986 a 1999 e já atuou como consultor de clubes, órgãos de direção e entidades privadas na área esportiva. Foi consultor especial da federação holandesa para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil e também atuou como comentarista dos canais Esporte Interativo.

planetafut@gmail.com

@gaveloso