O que acontecerá com o zagueiro Moreno do PSV e o árbitro italiano Rizzolli?



A FIFA e todos os demais organismos de direção do futebol estão desafiadas a acelerar a reflexão sobre a utilização da tecnologia em apoio ao trabalho dos árbitros nas partidas de futebol. Não por que aconteceu um gol absurdamente irregular, um impedimento pessimamente assinalado ou qualquer outro erro grosseiro de interpretação de uma infração numa partida de futebol.

Ontem, em Eindhoven, um atentado à esportividade, à pratica saudável do futebol,  foi cometida pelo zagueiro mexicano Héctor Moreno do PSV e foi solenemente ignorada pelo árbitro italiano Nicola Rizzolli numa partida da Champions League 2015/16. A entrada covarde, irresponsável, inconsequente, violenta e brutal no lateral esquerdo Luke Shaw, 20 anos, do Manchester United, acontecida dentro da grande área do time holandês, não foi punida com a marcação do pênalti, nem o jogador foi expulso ou advertido. O jovem inglês sofreu uma fatura dupla da tíbia e do perônio, foi submetido à uma cirurgia urgente na noite de ontem e ainda ficará em Eindhoven por alguns dias! Sua recuperação deverá durar pelo menos 6 meses.

Moreno atropela Luke Shaw  (foto -John Thys - AFP)

Moreno atropela e comete pênalti em Luke Shaw não assinalado por Rizzolzz (foto -John Thys – AFP)

As imagens exibidas mundo afora são um soco na boca do estômago do bom senso e da racionalidade com que o futebol deve ser conduzido e com que o trabalho dos árbitros deve funcionar.

É difícil entender como um lance tão escandaloso possa ter sido ignorado pelo juiz italiano! Se as imagens da partida estivessem sendo acompanhadas pelos recursos tecnológicos, um terrível erro técnico da arbitragem e uma agressão inadmissível numa partida de futebol teriam sido evidentemente observadas e adequadamente punidas.

O que assusta na criminosa entrada do zagueiro do time holandês sobre Shaw é imaginar o que ele será capaz de realizar numa outra jogada num lugar mais remoto do gramado se entender que o adversário merece ser obstaculizado. Se no espaço mais protegido do terreno de jogo, a grande área, onde os atos de cada defensor costumam ser os mais refletidos e cautelosos, Moreno reagiu daquela maneira para impedir a ação de um jogador adversário, que tipo de violência ele adotará num outro lugar menos “delicado”?

O justo e exemplar, agora, seria a UEFA impedir que Moreno e Rizzolli participem do futebol profissional pelo mesmo período que Luke Shaw estiver impossibilitado de atuar. Talvez, isto pudesse funcionar como advertência para que os personagens envolvidos com o futebol se comportem com mais educação, decoro e competência  no exercício de suas atividades profissionais.

 

 

 

 

 



  • Marco Antonio

    Punição mais do que justa no Brasil deveria funcionar assim quando tem esses tipos de lance , quando é impedimento gol mal anulado a cbf deveria repor os danos econômicos no mínimo para o clube prejudicado.

  • celso82

    Culpa do Corinthians!!!!!!!!! Certeza!!!

  • Tricolor Supremo

    Não esquenta não, com certeza vai ser

    PENALTI PRO CURICA !!!

  • Eduardo Machado

    Pior que isso só mesmo a CBF que vive ajudando o curintia .

MaisRecentes

Frank de Boer chega ao Crystal Palace sem negar que tem o DNA do Ajax



Continue Lendo

O prodígio gigante Donnarumma é o personagem das semifinais do Euro Sub 21



Continue Lendo

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo