O inferno astral do Real Madrid não tem fim



O Real Madrid protagonizou, ontem à noite, um dos episódios mais ridículos da sua história durante a partida contra o Cádiz pela Copa do Rei no estádio Carranza. O clube escalou irregularmente o atacante russo/espanhol Denis Cheryshev que voltou ao Real depois de ter sido cedido por empréstimo ao Villareal na temporada passada . O jogador estava punido pelo Comitê de Competição da Real Federação Espanhola de Futebol por ter recebido o segundo cartão amarelo na semifinal da Copa do Rei anterior quando a disputou pelo Villareal contra o Barcelona. Neste caso, a suspensão do atleta deveria ser cumprida na partida seguinte desta competição.

Denis Cherysev, é o pivô da nova polêmica do Real ( foto - realmadrid.com)

Denis Cherysev, é o pivô da nova polêmica do Real ( foto – realmadrid.com)

O erro foi percebido ainda durante a partida e sua existência foi espalhada viralmente pelas redes sociais, fazendo com que a torcida do Cádiz, ainda com a bola rolando, tomasse conhecimento do equívoco do Real Madrid e já cantasse “Benítez, olha o twitter!” ou “Cheryshev não pode jogar” ou “Campione, Campione”.

A dramatização do equívoco primário dos dirigentes do clube mais rico do mundo ganhou contornos  cômicos pelo fato de que exatamente na primeira partida de Cherysev como titular do Real Madrid na temporada ele abriu o placar logo aos 3 minutos da etapa inicial. Ainda no último minuto do primeiro tempo Cheryshev foi substituído pelo técnico Rafa Benítez  que ao final do jogo profere as palavras mais patéticas da história do futebol: “Não sabíamos de nada. Nem a Federação, nem o Villareal nos comunicou nada. Assim que nos demos conta de que havia algum problema substituímos Cheryshev para demonstrar ao Cádiz que estávamos com boa fé”.

Benítez não tem tido sossego no Real ( foto - realmadrid.com)

Benítez não tem tido sossego no Real ( foto – realmadrid.com)

Esta não é a primeira vez que Benítez escala um jogador irregular na própria Copa do Rei. Em 2001, quando comandava o Valencia, numa partida contra o minúsculo Novelda, ele colocou em campo, ao mesmo tempo, quatro jogadores extra-comunitários, quando só 3 podiam ser utilizados. O Valencia venceu em campo por 1 a 0, mas acabou eliminado da competição devido ao erro.

Na manhã de hoje o Cádiz confirmou, através de um comunicado oficial, que denunciou oficialmente, por decisão unânime de seu conselho, o Real Madrid pela escalação indevida do atleta Denis Cheryshev. A federação espanhola em seguida reconheceu a notificação e anunciou que concedeu um prazo ao Real Madrid para que este se manifeste a respeito do assunto.

Tudo indica que o Real Madrid se defenderá baseado na argumentação que vem sendo apresentada por Emílio Butraguenho, seu diretor de relações institucionais: “o 41 do Código de Disciplina da Federação Espanhola de Futebol, afirma que a possível sanção não terá efeito se o jogador em causa não for notificado pessoalmente, e o jogador não foi notificado. Por isso Cheryshev jogou”.

Emílio Butraguenho é diretor do Real Madrid (foto - realmadrid.com)

Emílio Butraguenho é diretor do Real Madrid (foto – realmadrid.com)

Diante de mais este episódio controverso o site do diário “Marca”, o mais importante da Espanha, publica na manhã desta quinta-feira uma matéria arrasadora em que rememora as trapalhadas recentes cometidas pela gestão do presidente Florentino Pérez sob o título: “Cinco meses de despropósitos”. O texto menciona a forma deselegante com que o clube se comportou na despedida de Iker Casillas depois de 25 anos como titular da equipe, a trapalhada que resultou na não concretização da contratação do goleiro David De Gea no último dia da janela de transferências, a goleada impiedosa por 4 a 0 para o Barcelona sofrida duas semanas em pleno Santiago Bernabéu e o episódio policial protagonizado pelo atacante francês Karin Benzema acusado de chantagear seu companheiro de seleção Balbuena em função de um video de natureza sexual.

O inferno astral do Real Madrid e do oresidente Florentino Pérez parece não ter fim.

 

 

 

 

 

 



MaisRecentes

La Liga conta com Amazon e Facebook para negociar TV por € 2.3 bilhões



Continue Lendo

Apesar da campanha decepcionante, Milan não deverá contratar na janela de inverno.



Continue Lendo

Bilionário israelense adquire 15% do Atlético de Madrid



Continue Lendo