O Fórum Mundial de ligas nacionais de futebol é contra a expansão da Copa do Mundo



A MLS – liga americana de futebol – recepcionou, nesta terça-feira em Nova York, o World Leagues Forum (Fórum Mundial de Ligas) – WLF – que reuniu 27 ligas de futebol profissional do mundo no seu encontro anual.

O WLF é o organismo mundial composto por 32 ligas nacionais de todo o mundo, cujos “principais objetivos são melhorar as estruturas de governança no futebol mundial, analisar os problemas do futebol profissional e incentivar a cooperação entre seus membros”.

Durante o encontro as ligas se manifestaram de forma contundente contrárias à expansão da Copa do Mundo da FIFA pois ela acabaria prejudicando todas as partes interessadas. As Ligas se dirigirão oficialmente à FIFA sobre o tema nas próximas semanas. O presidente da FIFA, Gianni Infantino, pretende ampliar dos atuais 32 para 48 o número de participantes da Copa do Mundo de 2026. Segundo ele isto permitirá um acréscimo de pelo menos $ 640 milhões na receita do evento. A entidade ainda não definiu de que forma as vagas adicionais seriam divididas pelos continentes.

Victor Montagliani, vice presidente  da FIFA e presidente da Concacaf, esteve presente no evento de Nova York e  reiterou a proposta da FIFA de incluir as ligas nacionais de futebol na governança do futebol mundial.

Victor Montagliani é canadense (foto – fifa.com)

O WLF tem como comissão executiva os representantes da Premier League (Inglaterra), da La Liga (Espanha), da Serie A (Itália), da Bundesliga (Alemanha), da Ligue de Football Professionel (França), da Eredivisie (Holanda), da Saudi Professional League (Arábia Saudita), da Premier Soccer League (África do Sul), da J-League (Japão), da Liga MX (México), da Dinamayor (Colômbia) e da Major League Soccer (Estados Unidos).

As ligas nacionais presentes encararam positivamente o recente acordo assinado pelo WLF e outros representantes sobre a mudança proposta FIFA quanto à regulamentação das obrigações financeiras com os jogadores.

O WFL também enfatizou o esforço para aprimorar a regulamentação do futebol quanto às transferências de jogadores e ao papel dos intermediários. Nos próximos meses será realizada uma consulta interna junto às ligas nacionais para que estas  apresentem sugestões para melhorar o quadro regulamentar do futebol profissional. As conclusões serão levadas e examinadas pela equipe de trabalho sobre o assunto criada pela FIFA.

O Brasil não esteve representando na reunião já que desde a extinção do Clube dos 13 os clubes brasileiros deixaram de contar com uma entidade nacional representativa de seus interesses. As duas ligas nacionais sul-americanas associadas ao WFL são a Dinamayor da Colômbia e a Liga Boliviana de Futebol.

 

 



MaisRecentes

Lillo, mentor de Guardiola e sucessor de Rueda, deixa o Atlético Nacional de Medellín



Continue Lendo

Florentino Pérez confia em Zidane e decide reforçar o elenco do Real Madrid



Continue Lendo

FIFA projeta um Super Mundial de Clubes para a partir de 2021



Continue Lendo