Neymar chega à Barcelona, mas evita contato com o público e a imprensa



Atualizado às 19:08h de 01/08/2017

 

Neymar encerra mais um capítulo do mistério que alimenta há semanas e vem mobilizando o futebol internacional. Ele chegou, por volta das 21h (horário espanhol), ao aeroporto de El Prat, em Barcelona, vindo de Dubai, mas fez questão de não ter contato com o grande número de pessoas que o aguardavam no Terminal 1. Segundo o site do diário esportivo catalão Mundo Deportivo, ele se valeu da ajuda de um funcionário e utilizou uma saída alternativa. O único registro de Neymar na área de desembarque do aeroporto El Prat foi produzido pelo jornalista Fernand Sòria da TV3.

O jogador provavelmente seguirá a programação estabelecida pelo clube para o elenco nos próximos dias e manterá o silêncio com relação ao seu destino profissional. Na manhã desta quarta-feira ele certamente estará no CT do clube para participar do treino sob o comando do técnico Ernesto Valverde.

A chance de Neymar e Daniel Alves voltarem a jogar juntos é cada vez mais consistente (foto - site oficial do Barcelona CF)

A chance de Neymar e Daniel Alves voltarem a jogar juntos é cada vez mais consistente (foto – site oficial do FC Barcelona)

Esta normalidade, entretanto, deverá ser colocada em questão no início da próxima semana quando, tudo indica, ele anunciará que por decisão unilateral depositará a multa de € 222 milhões na Real Federação Espanhola de Futebol e se transferirá para o PSG na negociação mais milionária da história do futebol. Segundo o diário esportivo francês L’Équipe, a decisão de Neymar será oficializada na próxima segunda-feira.

A novidade neste enredo pode estar na não aceitação do depósito da multa rescisória por parte da La Liga, segundo informa na noite desta terça-feira o diário Sport. A entidade exigiria uma série de documentos e explicações ao Barcelona e ao jogador para verificar se o contrato entre ambos estaria sendo respeitado e se as regras de Fair Play Financeiro não estariam sendo afrontadas.

O Barcelona reconheceu, nesta terça-feira, que depositou em juízo o valor de € 26 milhões a que o pai de Neymar tem direito pela renovação do contrato do jogador com o clube até junho de 2021 e que deveria ter sido feito no na segunda-feira. Esta atitude aparentemente enfureceu o pai do jogador que ainda não decidiu como reagir.

Por outro lado, independente do desfecho do caso Neymar, o Barcelona segue negociando a contratação do meia brasileiro Phillippe Coutinho do Liverpool e

O presidente do clube francês, Nasser Al- Khelaïf, preocupado em não afrontar o Barcelona, declarou no último fim de semana, em entrevista a um canal de TV marroquino, que o “PSG respeita os contratos dos clubes com seus jogadores. Neymar é um jogador do Barcelona. Prefiro não falar sobre isto agora. Espero me pronunciar noutro momento. Não quero me referir a qualquer percentual (de chance da transferência de Neymar para seu clube). Cada coisa no seu devido tempo”. Ele admite que “Neymar é uma estrela mundial e que a ambição do PSG é sempre contar com grandes jogadores reconhecidos em todo o mundo para aumentar a reputação de nossa marca”.

Está claro que Neymar e o presidente do PSG atuam de maneira coordenada, seguindo orientações dos advogados e procurando agir segundo um roteiro que culmine com um anúncio de alcance global da transferência no início da próxima semana. Uma iniciativa jurídica de retaliação por parte do Barcelona como a sugerida pelo diário Sport poderia transformar a saída de Neymar numa querela jurídica de consequências imprevisíveis.

Paris garantiu esta semana a indicação para sediar os Jogos Olímpicos de 2024. Nos próximos dias será notícia no mundo inteiro, de novo, com a divulgação de que o seu principal clube de futebol realizou a contratação mais milionária da história do futebol.

 

 

 



MaisRecentes

Neymar quebra recordes e encanta Paris



Continue Lendo

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo