Ministério Público suíço investiga processo de escolha das sedes das Copas de 2018 e 2022



Noutra investigação, conduzida pelo Ministério Público da Suíça, diferente daquela comandada pela Secretaria de Justiça dos EUA, dez dirigentes membros do Comitê Executivo da FIFA serão ouvidos sobre o processo de escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018na Rússia e 2022 no Qatar.

Representantes do Ministério Público suíço visitaram na manhã desta quarta-feira a sede da FIFA onde recolheram documentos e dados eletrônicos tendo em vista esta investigação.

Nem Michel Platini, presidente da UEFA, nem Joseph Blatter, pelo menos neste primeiro momento, estão entre os questionados já que possuem residência fixa na Suíça. Eles deverão ser ouvidos no futuro próximo

Os dirigentes são Issa Hayatou (presidente Confederação Africana de Futebol), Angel Maria Villar Llona (presidente da Real Federação Espanhola de Futebol), Michel D’Hooghe (presidente da Federação Belga de FutebolBelgium), Senes Erzik (Turquia), Worawi Makudi (Tailândia), Marios Lefkaritis (Chipre), Jacques Anouma (Costa do Margim), Rafael Salguero (Guatemala), Hany Abo Rida (Egito) and Vitaly Mutko (Rússia – diretor do comitê organizador da Copa de 2018 e ministro dos esportes).



MaisRecentes

Marco Asensio será o novo galático do Real Madrid?



Continue Lendo

Rummenigge, presidente do Bayern: “não podemos e não compraremos um jogador por € 222 milhões”



Continue Lendo

Monaco é o campeão europeu em faturamento nas transferências de jogadores



Continue Lendo