Mídia internacional exalta volta exuberante de Neymar e a vitória sobre a Croácia



Neymar voltou aos gramados oficialmente e assombrou o mundo. Sua participação durante a vitória sobre  a Croácia por 2 a 0 em Anfield e o golaço assinalado são reverenciados pela mídia internacional.

O site do diário espanhol Marca é expressivo: “Neymar assusta em seu regresso. O craque do PSG volta com um golaço”. O Mundo Deportivo de Barcelona registra “Neymar volta com um golaço no triunfo do Brasil contra a Croácia”.

O L’Équipe, da Paris de seu PSG, destaca a excelência da volta aos campos do brasileiro: “Neymar volta em grande estilo. Neymar não poderia imaginar um melhor retorno”. A matéria lembra também que este é gol 54 de Neymar, se igualando a Romário.

O Liverpool Echo traz em manchete “Firmino marca vindo do banco e Neymar encaçapa um gol brilhante para assegurar a vitória por 2 a 0”.

O Blind, jornal mais popular da Alemanha apontada por muitos como favorita ao título da Copa da Rússia ao lado do Brasil, não poupa palavras: “Neymar volta com um gol mágico. O Brasil inteiro esperava por este momento”.

Neymar marcou aos 23′ do segundo tempo (foto – Lucas Figueiredo/CBF)

Os títulos dos veículos internacionais não exageram. A participação de Neymar. nos 45 minutos em que esteve em campo, foi acima de qualquer expectativa para quem não participava de uma partida oficial há 90 dias. Na elaboração e conclusão de seu gol ele se valeu de técnica, velocidade, habilidade, rapidez de raciocínio e precisão no chute típicas de um jogador em condições plenas de jogo, o que não parecia ser o caso dele antes de entrar na partida.

A presença de Neymar em campo reorganizou a seleção. A equipe se tornou mais dinâmica, o jogo passou a fluir.

Neymar foi o protagonista, mas o resto da equipe também se soltou, depois de um primeiro tempo burocrático, amarrado e sem criatividade. Fernandinho não mostrou o dinamismo e a intensidade que costuma aplicar no Manchester City.

Em nenhum momento, vale observar, Neymar ofuscou a fantástica atuação de Willian e sua intensa movimentação no meio campo e no lado direito do ataque brasileiro ao longo de toda a partida.

Firmino também entrou bem, mas precisou de um tempo para superar a ansiedade evidente que demonstrou nas suas primeiras ações até marcar um lindo gol com categoria e frieza de quem se sente à vontade na grande área.

O fato é que a seleção brasileira acabou o amistoso com 65% de posse de bola, mais passes certos, mais chutes a gol, mais desarmes certos e menos faltas cometidas do que a Croácia, segundo dados Footstats.

Tite estava feliz na coletiva. Com razão! a vitória sobre um adversário respeitável e a volta exuberante de Neymar definitivamente reforçaram a expectativa que o mundo nutre em relação as chances brasileiras na Copa da Rússia.

Ser respeitado é importante. Se fazer respeitado é tudo o que um time de futebol deve almejar às vésperas de uma competição tão difícil e concorrida como a Copa do Mundo.



MaisRecentes

CR7 é caro, mas também uma máquina de gerar gols, audiência e dinheiro



Continue Lendo

Paul Scholes: Pep Guardiola inspira a Inglaterra de Southgate



Continue Lendo

A Copa do Qatar começa hoje para o Brasil. Não devemos nem perder tempo, nem perder Tite.



Continue Lendo