Mídia espanhola banca demissão de Ancelotti no Real Madrid



Carlo Ancelotti está de partida do Real Madrid, segundo os jornais esportivos espanhóis. Para o diário “Marca” este não é desejo nem dos jogadores nem dos torcedores do clube mais vitorioso da história do futebol, mas é uma decisão do presidente Florentino Perez, tomada depois de uma conversa com Ernesto Bronzetti, agente do técnico italiano, e o diretor de futebol do clube, José Ángel Sanchez.

Ancelotti está no Real desde 2013. (foto - site oficial do RMCF)

Ancelotti está no Real desde 2013. (foto – site oficial do RMCF)

Para o diário “Mundo Deportivo”, o anúncio da demissão ocorrerá até terça-feira. O jornal esportivo  “As” afirma que o técnico se despediu de cada jogador individualmente no vestiário do estádio Santiago Bernabéu após a vitória sobre por 7 a 3 sobre o Getafe.

Pesquisa do “Marca” com torcedores do Real indica que 73% dos consultados são a favor da permanência de Ancelotti e leva o diário a escrever que “Ancelotti sairá apesar do apoio do vestiário”. Cristiano Ronaldo, através de sua conta no Twitter, defendeu que ele fique no cargo, desafiando a posição do presidente do clube: “grande pessoa e pessoa surpreendente. Espero trabalhar com Ancelotti na próxima temporada”.

Ainda segundo o “Marca”, Ancelotti soube da posição do presidente do Real na sexta-feira à noite. O técnico italiano estaria decidido a fazer de 2015 um ano sabático, sem atividade profissional regular.

Ao contrário, na Itália, há a expectativa de que ele aceite o convite de Silvio Berlusconi e volte a treinar o Milan. Acredita-se que Adriano Galliani, braço direito de Berlusconi, irá nesta segunda-feira para Madri a fim de negociar sua volta ao rubro negro italiano. A mídia espanhola investe na versão de que ele está feliz em Madri e que continuará morando na capital espanhola no período sabático.

Florentino Perez está na presidência pela segunda vez. (foto - site oficial do RMCF)

Florentino Perez está na presidência pela segunda vez. (foto – site oficial do RMCF)

As circunstâncias da provável demissão de Ancelotti são surpreendentes. Em Madri, ele conquistou a Champions League depois de 12 anos de abstinência, a Copa do Rei, uma Supercopa da UEFA, o Troféu Santiago Bernabeu, o Troféu Teresa Herrera, um Mundial de Clube e chegou a conquistar 22 vitórias consecutivas na temporada.

Esta é a nona vez que Florentino Perez demite um técnico desde que assumiu a presidência do clube. No primeiro mandato, em 2002, Vicente Del Bosque, Carlos Queiroz, José Antonio Camacho, Mariano Garcia Remón e Vanderlei Luxemburgo passaram pelo cargo. Neste segundo período, Juande Ramos, Manuel Pellegrini e José Mourinho foram as vítimas.

Carlo Ancelotti, 55 anos, é um dos maiores técnicos em atividade no mundo com 3 títulos de Champions League no curriculum. Ele trabalhou na Regianna, Parma, Juventus, Milan, Chelsea e PSG.

O espanhol Rafa Benitez, atualmente no Napoli, e o alemão Jürgen Klopp, de saída do Borússia Dortmund, são os nomes mais badalados para o posto de Ancelotti.

 

 

 



MaisRecentes

Os extravagantes valores de uma eventual transferência de Neymar do Barça para o PSG



Continue Lendo

United x City jogarão pela primeira vez o “derby” de Manchester fora do Reino Unido.



Continue Lendo

Raios X do empréstimo de James Rodriguez do Real Madrid para o Bayern de Munique



Continue Lendo