México vence Uruguai e surge como candidato ao título



Atualizado às 18:09h de 06/06/2016

 

A vitória do México sobre o Uruguai por 3 a 1 na noite deste domingo no moderníssimo estádio da Universidade de Phoenix anuncia o aparecimento do primeiro candidato real ao título da Copa América Centenário, para não falar, claro, da Argentina que estreia esta noite contra o Chile, em Santa Clara, na Califórnia.

A equipe de de Juan Carlos Osório apenas confirmou seu retrospecto recente (oitava vitória consecutiva) e superou o sempre competitivo Uruguai de Óscar Tabárez. Foi um jogo disputado, em que ambos os times chegaram ao fim com apenas 10 jogadores na linha, já que o uruguaio Vicino, aos 44 minutos do primeiro tempo, e o mexicano Guardado, aos 27 minutos do segundo tempo, foram expulsos em função do segundo cartão amarelo.

O veterano zagueiro Rafa Marquez, 37 anos, foi o destaque individual do confronto tanto por seu desempenho na defesa quanto pelo golaço (16º pela seleção) que assinalou aos 39 minutos do segundo tempo que restabeleceu a vantagem para sua equipe.

Rafa Márquez foi o nome do jogo (foto - miselecion.mx)

Rafa Marquez foi o nome do jogo (foto – miselecion.mx)

Pelo lado uruguaio o também zagueiro Diego Godin, 30 anos, também se destacou pelas mesmas razões: defendeu bem como sempre e ainda assinalou o gol de empate de cabeça aos 28 minutos do segundo tempo que encheu de esperança sua equipe por um resultado diferente da derrota.

O terceiro gol mexicano que sacramentou a vitória foi assinalado por Héctor Herrera, também de cabeça, aos 46 minutos do segundo tempo.

Dos quatro tentos assinalados no jogo, 3 foram assinalados de cabeça, inclusive o primeiro de México, de Álvaro Pereira, contra sua própria meta.

Logo após a partida houve um entrevero entre o zagueiro uruguaio José Giménez e o técnico Juan Carlos Osório. O jogador não gostou de comentários do técnico a respeito de algumas suas debilidades técnicas que deveriam ser exploradas pelos atacantes mexicanos. Osório não se furtou a comentar o problema na entrevista coletiva após o jogo.

O gol de Herrera sacramentou a vitória (foto - miselecion.mx)

O gol de Herrera sacramentou a vitória (foto – miselecion.mx)

A Copa América Centenário provavelmente encerrará sua primeira rodada sem a presença do MSN barcelonista. Já que Neymar está fora da competição, Suárez desfalcou o Uruguai na estreia, o que também deve se repetir com Lionel Messi na noite de hoje à noite.

Desde ontem o México se aproxima da Argentina como respeitável aspirante ao título. O Brasil corre por fora desacreditado por sua própria mídia, incapaz de reconhecer que a equipe apresentou novidades positivas no empate na estreia contra o Equador.

Na próxima sexta-feira, os uruguaios enfrentarão os venezuelanos, na Filadélfia. Já o México vai encarar a Jamaica, no Rose Bowl, em Pasadena.

 

 

 



MaisRecentes

Há 50 anos, o “Bola de Ouro” húngaro Albert vestia a camisa 9 do Flamengo



Continue Lendo

FIFA revoltada com ausência de Messi na festa do “The Best”



Continue Lendo

Última chamada na Champions League: 7 clubes disputam 4 vagas.



Continue Lendo