Messi 55, um demolidor de recordes



Lionel Messi se transformou ontem no maior artilheiro da história da seleção argentina. Não é pouca coisa. O genial jogador do Barcelona com seu 55º gol superou Gabriel Omar Batistuta. Este número só tende a aumentar. Messi tem apenas 28 anos. Batistuta encerrou sua carreira aos 33 anos.

Messi distribuiu seus gols pela seleção da seguinte forma: 26 foram em amistosos, cinco em Copas do Mundo, oito em Copa América e 16 nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Lionel Messi comemora seu gol 55 pela seleção (foto - AFP)

Lionel Messi comemora com os companheiros seu gol 55 pela seleção argentina (foto – AFP)

Messi x Batistuta

A média de gols de alcançada por Batistuta, no entanto, ainda é superior a de Messi. Seus 54 tentos foram assinalados em 78 jogos, com uma média de 0,69 gol por partida, sendo 8 de pênalti. Messi precisou de 112 jogos para marcar 55 gols, chegando 0,49 a cada jogo, com 11 em cobranças de pênalti.

Nesta Copa América Centenário, Messi vem superando a si mesmo. Já são 5 gols em 3 partidas. Seus gols com a camisa da seleção argentina tiveram início há 10 anos, no dia 1 de março de 2006, na derrota para a Croácia por 3 a 2. O gol 55 foi digno de um jogador extra-terrestre numa cobrança de falta mágica, indefensável, no ângulo em que o arqueiro americano protegia.

Gabriel Batistuta fez 54 gols (foto - Intercontinental Press)

Gabriel Batistuta fez 54 gols (foto – Intercontinental Press)

Messi x Pelé

Os números de Messi são impressionantes, mas estão longe dos alcançados por Pelé pela seleção brasileira. O craque argentino com seus 55 gols em  112 jogos chega à média de 0,49 gols por partida. O Rei do Futebol fez inacreditáveis 95 gols em 115 jogos pela Seleção Brasileira, registrando a insuperável marca de 0,83 gols por jogo.

Messi é extraordinário, o melhor do mundo na atualidade. Pelé é inatingível, o maior jogador e artilheiro do futebol em todos os tempos. Três vezes campeão do Mundo.

Ilustração: Mário Alberto

Ilustração: Mário Alberto

30 anos dos gols de Maradona na Copa de 86

O recorde chegou na véspera da celebração dos 30 anos de 2 dos gols mais importantes da história do futebol argentino marcados por Diego Armando Maradona contra a Inglaterra nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986 no México: um ficou eternizado como o “Gol do Século” o, outro, como o da “Mão de Deus” que, nos dias atuais em que impera o “politicamente correto”, talvez fosse apelidado de “Mão do Diabo”.

Maradona "ganhou" a Copa de 86 para a Argentina (foto - AFP)

Maradona “ganhou” a Copa de 86 para a Argentina (foto – AFP)

Gols de Messi contra o Brasil

Dos 55 gols, 4 deles foram em 2 amistosos contra o Brasil, dirigido em ambos por Mano Menezes. O primeiro foi marcado nos acréscimos de um amistoso no dia 17/11/2010, realizado no Khalifa estádio Internacional, no Catar, na vitória por 1 a 0. O goleiro brasileiro era Victor e a zaga foi composta por Thiago Silva e David Luiz.

Os outros 3 aconteceram num hat-trick contra o Brasil, no dia 9/6/2012, na vitória da Argentina por 4 a 3, num amistoso realizado em Nova Jersey nos Estados Unidos, na preparação da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos de Londres. O goleiro brasileiro era Rafael e a zaga reuniu Bruno Uvini e Juan de Jesus. Neymar esteve em campo, mas passou em branco. Os gols brasileiros foram de Rômulo, Oscar e Hulk.

Próximo desafio

Lionel Messi e sua geração estão diante de mais uma oportunidade para conquistar um título internacional pela seleção argentina, o que não acontece desde 1993.

 

 

 

 



MaisRecentes

Final da Europa League: Ajax e Manchester United duelam como bom humor no Twitter



Continue Lendo

Os 4 meninos prodígios do futebol mundial



Continue Lendo

A final Juventus x Real Madrid deverá começar com mais brasileiros que espanhóis em campo



Continue Lendo