Manchester United oferece fortuna, mas De Gea pode optar pelo Real Madrid



O goleiro espanhol David De Gea – de 24 anos – e apontado como um dos 6 jogadores que concorrem à eleição de melhor da Premier League 2014/15, pode estar de partida do Manchester United.

De Gea é jogador da Seleção Espanhola desde a Sub-15 (foto - site oficial do MUFC)

De Gea é jogador da Seleção Espanhola desde a Sub-15 (foto – site oficial do MUFC)

Como seu atual contrato firmado em 2011 expira em junho de 2016, na verdade, a negociação que se desenrola entre o clube e o jogador neste momento não é mais de uma renovação de contrato, mas sim de uma recontratação. O jogador estará livre para definir seu destino a partir de junho de 2016 com direito a 100% do montante negociado. Portanto, além de um novo salário, o Manchester United terá que pagar algo mais a título de um novo compromisso com o goleiro espanhol quase como se o estivesse adquirindo de um outro clube.

Segundo o diário londrino “The Independent” o Manchester United ofereceu um contrato milionário de algo em torno de € 1.116 mi (R$ 3.5811) mensais ao jogador, que o transformaria não apenas no goleiro mais bem remunerado, mas um dos 10 jogadores com melhor contrato no futebol mundial na atualidade. Segundo o técnico Louis Van Gaal “nós oferecemos muito dinheiro para que ele continue conosco. Eu gostaria que ele assinasse. Mas neste momento ele é o dono da situação. Ele pode responder sim ou não”.

Van Gaal tem posição realista com relação ao futuro de De Gea (foto - site oficial do MUFC)

Van Gaal tem posição realista com relação ao futuro de De Gea (foto – site oficial do MUFC)

Como o desejo de De Gea aparenta ser o de voltar a jogar e morar no seu país – sua namorada continua residindo em Madri – e ele parece ser a primeira opção do Real Madrid para a sucessão de Ike Casillas, 33 anos, dificilmente o Manchester United conseguirá contar com ele no futuro. Vale lembrar que o Real Madrid é o clube que mais arrecada no futebol e estaria trazendo para seu elenco o provável herdeiro da posição de Casillas também na seleção espanhola.

Diante disto restam duas alternativas ao clube inglês: (1) insistir na negociação até o último momento podendo contar com o jogador até o final do contrato ou (2) antecipar uma solução, negociando um valor a ser pago pelo Real Madrid para a saída imediata do jogador pelo qual pagou algo estimado na época em € 26 mi (R$60 mi) ao Atlético de Madri.

Esta é uma situação típica do futebol profissional contemporâneo onde a vontade de um atleta valorizado no mercado está acima do desejo e da capacidade de investimento dos clubes. De Gea se fez, como disse o técnico Louis Van Gaal, o senhor do seu destino.



MaisRecentes

Há 50 anos, o “Bola de Ouro” húngaro Albert vestia a camisa 9 do Flamengo



Continue Lendo

FIFA revoltada com ausência de Messi na festa do “The Best”



Continue Lendo

Última chamada na Champions League: 7 clubes disputam 4 vagas.



Continue Lendo