Luís Enrique completará 100 jogos no comando do Barça quebrando recordes



Atualizado às 21:12 h de 05/02/2015

 

O Barcelona será dirigido pela centésima vez pelo técnico Luís Enrique, no próximo domingo, no estádio Ciutat de Valencia. na partida contra o Levante, pela 23ª rodada da La Liga 2015/16. A equipe catalã lidera a competição com 51 pontos ganhos, 3 a mais do que o segundo colocado Atlético de Madrid e não para de quebrar recordes.

Sua estréia foi no dia 24/08/2014 na vitória sobre o Elche por 3 a 0.

Os números da equipe de Luís Enrique Martínez Garcia, 45 anos, exibidas pelo site oficial do clube, são impressionantes e superiores aos de todos os técnicos que o antecederam e que tenham assumido o cargo desde o início de uma temporada. Nas 99 partidas disputadas sob seu comando, o Barça venceu 79 partidas, empatou 11 e perdeu apenas 9. A equipe assinalou 280 gols e sofreu apenas 72.

As 99 partidas foram disputadas nas seguintes competições; La Liga (59), Champions League (19), Copa do Rei (16), Mundial de Clubes da FIFA (2), Supercopa da Espanha (2) e Supercopa da Europa (1).

 Luís Enrique e sua máquina de títulos (foto- fcbarcelona)

Luís Enrique Martínez e sua máquina de títulos (foto- fcbarcelona)

Este desempenho supera os de outros técnicos vencedores na história do clube como Rinus Michels, Terry Venables, Johan Cruyff, Louis Van Gaal, Frank Rijkaard e Pep Guardiola.

Há quatro meses, ou a 27 jogos, a equipe não sabe o que é ser derrotada e está apenas uma partida do recorde de invencibilidade que é de Pep Guardiola com 28 na temporada 2010/11.

Nestas 100 partidas os jogadores que mais atuaram são Raktik (86), Lionel Messi (84), Sergio Busquets (80), Neymar (79), Javier Macherano (78) e Dani Alves (76).

Nesta marca centenária, sob a direção de Luís Enrique, o clube conquistou a La Liga, a Copa do Rei, a Champions League, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes da FIFA. Neste item, o Barcelona de Pep Guardiola alcançou uma marca ainda mais espetacular. pois conquistou a Supercopa da Espanha também.

O MSN conquistará uma nova tríplice coroa? (foto - Instagram)

O MSN conquistará uma nova tríplice coroa? (foto – Instagram)

Evidentemente estes números não encerram as discussões sobre se Luís Enrique já superou Pep Guardiola como o melhor técnico da história do clube catalão. Há bons argumentos contra e a favor da tese. Mesmo do ponto de vista do estilo de jogo praticado nestes dois períodos há divergências entre os torcedores do clube e entre os analistas não exatamente sobre a eficácia e a efetividade dos resultados mas do ponto de vista de quem logrou organizar a equipe mais revolucionária e transformadora da história do futebol europeu nas duas últimas décadas.

Ambos desfrutaram é verdade da oportunidade única de dirigir a geração mais espetacular de jogadores espanhóis criada pelo próprio clube composta por Gerard Piquet, Sergio Busquets, Andres Iniesta e Xavi Hernandez que ao lado do extraterrestre Lionel Messi estiveram presentes nas duas temporadas em que o clube conquistou a tríplice coroa.

O Barcelona de Luís Enrique não seria tão espetacular e vencedor sem o Barça envolvente e avassalador de Pep Guardiola, que dependeu do trabalho de Rijkaard e da genialidade de Ronaldinho, que herdou muito de Van Gaal, que contou com o brilhantismo e a excelência de Cruyff  que se inspirou, como todos os demais, em Rinus Michels.

O Barcelona pode se orgulhar de ter um jeito próprio e inconfundível de jogar futebol. E de vencer!

 

 

 

 

 



MaisRecentes

O prodígio gigante Donnarumma é o personagem das semifinais do Euro Sub 21



Continue Lendo

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo

Real Madrid, o “senhor das finais e do dinheiro” da Champions League



Continue Lendo