La Liga se recusa a receber a cláusula rescisória que Neymar quis depositar



Atualizado às 12:20h de 03/08/2017

 

Coerente com o que anunciou, nos últimos dias, seu presidente Javier Tebas, a La Liga não aceitou o pagamento da cláusula rescisória de Neymar na manhã desta quinta-feira em Madri, segundo noticia o site do diário esportivo Marca.

O jogador brasileiro encarregou o advogado Juan de Dios Crespo, especializado em direito esportivo e diretor do departamento esportivo do escritório Ruiz-Huerta & Crespo de entregar o cheque no valor de € 222 milhões, valor estipulado pelo contrato pactuado com o Barcelona no mês de outubro do ano passado e que tem fim previsto para junho de 2021.

La Liga agiu como Tebas disse que faria( foto - site oficial da LEF)

La Liga agiu como Tebas disse que faria( foto – site oficial da LEF)

Javier Gómez, diretor geral corporativo da La Liga, foi o responsável por receber os emissários do jogador e comunicar a eles a negativa. Segundo o diário esportivo As, a La Liga alega que o pagamento da cláusula rescisória é um direito que só pode ser exercido por clubes espanhóis e, principalmente, por que a procedência do dinheiro não está esclarecida.

Crespo chegou à sede da La Liga acompanhado do advogado brasileiro Marcos Motta – principal assessor jurídico de Neymar – e de um tabelião prevendo que o presidente da Liga agisse desta forma.

Marcos Motta esteve na La Liga nesta manhã ( foto - arquivo pessoal)

Marcos Motta esteve na La Liga nesta manhã ( foto – arquivo pessoal)

A partir de agora, além de tentar negociar com a Liga a formalização do pagamento da cláusula rescisória milionária, o próximo passo dos conselheiros jurídicos de Neymar será expor o assunto à FIFA e solicitar até amanhã, sexta-feira, o transfer provisório do jogador para que ele possa estrear pelo PSG na Ligue 1 que terá início neste fim de semana. Neymar deseja estrear já na primeira partida do clube contra o Amiens.

A tese dos advogados de Neymar, pelo relata o Marca, é que a La Liga não pode impedir a saída de Neymar na medida em que o pagamento da cláusula está previsto no contrato entre ele e o Barcelona. Nestas circunstâncias a FIFA poderia conceder o transfer provisório.

Javier Tebas, em entrevista ao L’ Équipe nesta quinta-feira, admitiu que a La Liga não terá poder de vetar a transferência mas espera que o clube francês seja punido : “a transferência só não acontecerá se o jogador não quiser ou se o PSG não pagar a multa rescisória. Se depender de nós a transferência não será impedida. O que não queremos é participar de uma fraude financeira. Nosso objetivo? Que o PSG seja punido pela UEFA na esfera esportiva.

Quanto à questão relativa ao Fair Play Financeiro, trata-se de um tema a ser examinado pela UEFA e esta só o fará a partir do dia 31 de agosto quando a entidade o examinará.

A chegada de Neymar à Paris está prevista para amanhã, sexta-feira.

 

Liga de Futebol Profissional francesa dá apoio ao PSGLigue 1

A Liga de Futebol Profissional francesa, Ligue 1,  emitiu um comunicado oficial, na tarde desta quinta-feira, em apoio ao PSG em que diz “não compreender a recusa da La Liga em simplesmente aceitar o pagamento da cláusula liberatória do jogador Neymar. O departamento jurídico da Ligue 1 está apoiando e à disposição do PSG para que o contrato de Neymar seja homologado de imediato”.

 

Presidente francês parabeniza o presidente do PSG

O presidente da República francesa, Emanuel Macron, definiu como “boa notícia” e como um sinal de “atratividade da França” a chegada de Neymar ao futebol de seu país, informa o diário Le Parisien. Numa breve conversa com o qatari  Nasser Al-Khelaïff, presidente do PSG, Macron o parabenizou admitindo que esperava por “esta boa notícia”.

Neste evento o presidente Al-Khelaïf se negou a tratar com os jornalistas do assunto da transferência de Neymar. Ele alegou que estava com o presidente Macron como presidente da Fundação PSG e não do clube de futebol profissional.

 

Ministro das Contas Públicas vibra com impostos que Neymar pagará na França

O ministro das Contas Públicas do governo francês, Gérald Darmanin,  se pronunciou, na manhã desta quinta-feira, de maneira positiva pelos desdobramentos na economia de seu país da milionária transferência de Neymar para o PSG. O ministro declarou à rede de TV France Inter que “se Neymar vier efetivamente para um clube francês, como ministro das Contas Públicas, eu vejo com satisfação os impostos que ele pagará na França”, sem fazer previsão do montante que ele espera arrecadar com o jogador brasileiro.

Darmanin acrescentou que “é melhor que este jogador pague impostos aqui na França do que em outro lugar”, em resposta à pergunta de um jornalista sobre a “indecência” do preço da transferência, que atingiu um recorde de € 222 milhões, o montante da cláusula de rescisão no Neymar. Ainda segundo o ministro “quando se é ministro da República, temos o dever de defender os interesses do Estado e os interesses do Estado é que as pessoas paguem impostos na França.”

Vale lembrar que Neymar deverá receber anualmente € 30 milhões líquidos do PSG.

 

Presidente do Olympique de Lyon parabeniza PSG

O presidente do Olympique de Lyon, Jeam-Michel Aulas, à sua maneira, parabenizou o presidente do PSG pela contratação de Neymar através de sua conta no Twitter: “Bravo à pela concretização desta operação única no mundo. Estou ansioso para conhecer os custos reais da operação. Ainda que esta negociação levante dúvidas sobre seus valores reais ela eleva a notoriedade da Ligue 1”.

 

 



  • MOITA ESPIA

    OS ESPANHOIS ESTÃO COM OS COTOVELOS ESFOLADOS..

    EITA..

  • Ayumi Armarinho

    Pagou levou, lei da Fifa! De onde o dinheiro vem é um problema para Fifa investigar, o Barcelona só fica triste porque a multa é estipulada em contrato, é aquele valor e pronto, ninguém vai poder anunciar que vendeu por X e na real foi o valor recebido é de XXX, “La liga” tem dor de cotovelo por um dos jovens “possíveis ídolos” ir embora, suas principais estrelas já passaram dos 30 anos!

  • Alê Cola

    No dos outros é refresco, né? Chupa, Barcelona!

  • mike silva

    É a primeira vez que vejo um gigante europeu agir como time pequeno… parabens barcelona por se espor ao ridiculo.

MaisRecentes

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo