La Liga conta com Amazon e Facebook para negociar TV por € 2.3 bilhões



Atualizado às 16:08 h de 20/11/2017

 

A La Liga já começou a por em prática sua estratégia revolucionária tendo em vista a negociação do próximo contrato de direitos de TV do futebol espanhol para as temporadas de 2019 a 2022 . O presidente Javier Tebas prevê que o processo será deflagrado no início de 2018.

O contrato em vigor vai até junho de 2019 e os direitos vendo sendo explorados pelos canais Media pro, Bein LaLiga, Gol e Movistar.

A novidade fundamental na futura concorrência será a participação dos gigantes Amazon (de venda online) e Facebook (rede social) que já se manifestaram oficialmente interessados junto a La Liga como reconhece Tebas ao diário “El Confidencial“: “estamos escutando todo mundo”. Tebas acredita que com a chegada de ambos transformará radicalmente a maneira com que os torcedores assistiram futebol até hoje.

Tebas pretende gerar mais € 700 milhões por temporada pelo campeonato espanhol (foto – Sportel)

Tebas admite ser possível que os valores cheguem a € 2. 3 bilhões por temporada no novo período: € 1.3 bilhão pelos direitos de transmissão na Espanha (€ 300 a mais que o anterior) e € 1 bi pelos direitos internacionais (€ 400 milhões a mais que o anterior). Pelo contrato em vigor os clubes espanhóis dividem € 1.68 bilhão.

Do lado dos canais de TV tradicionais já despontaram sinais de que eles não estão dispostos a pagar quantias estratosféricas por direitos que vinham monopolizando. Segundo declarou um conselheiro da Vodafone alguns dias atrás, para que eles possam chegar aos valores especulados os assinantes teriam que pagar 3 vezes altos que os atuais para assistirem futebol pela TV.

A Amazon chegou ao mercado dos direitos esportivos de TV através de seu canal Vídeo Premium que transmite um jogo por semana da NFL às quintas-feiras. Ela também tem um acordo com o Facebook para transmitir 22 partidas da temporada regular da MLS – Major League Soccer. Num movimento surpreendente desde agosto ela conseguiu adquirir os direitos do circuito da ATP de tênis para a exibição no Reino Unido, evento historicamente ligado à Sky Sports.

Por outro lado o Facebook Watch já exibe a MBL (beisebol americano), o campeonato mundial de surf, o campeonato mexicano de futebol e os jogos da Champions League para os EUA.

OS ESPANHÓIS  NO FOOTBALL MONEY LEAGUE 2017

Segundo o relatório “Football Money League 2017” a La Liga reúne 3 dos 15 maiores clubes europeus em faturamento no qual o líder é o Manchester United com € 689 milhões: o Barcelona é o 2º com € 620.1 milhões, o Real Madrid é o 3º com € 620.2 milhões e o Atlético de Madrid é o 13º com € 228 milhões.

TV SPORTS MARKET

O relatório TV Sports Market produzido pelo grupo Sportbusiness aponta que a soma dos direitos de TV da Champions League, da Europa League e das 5 maiores ligas profissionais europeias na temporada 2016-2017 foi de € 11.3 bilhões:

Premier League –  € 4.02 bilhões

Champions League e Europa League –  € 1.96 bilhão

La Liga – € 1.68 bilhão

Série A – € 1.14 bilhão

Bundesliga – € 801 milhões

Ligue 1 – € 770 milhões

 

 



MaisRecentes

Lillo, mentor de Guardiola e sucessor de Rueda, deixa o Atlético Nacional de Medellín



Continue Lendo

Florentino Pérez confia em Zidane e decide reforçar o elenco do Real Madrid



Continue Lendo

FIFA projeta um Super Mundial de Clubes para a partir de 2021



Continue Lendo