Jorge Sampaoli em guerra com a federação chilena



O técnico argentino Jorge Sampaoli, que liderou a seleção chilena na conquista da Copa América 2015 e concorreu ao prêmio de melhor técnico do ano da FIFA, está em guerra aberta com o novo presidente da Federação Chilena de Futebol (ANFP), Arturo Salah, em relação a seu futuro. Sampaoli diz se sentir um “refém” já que o dirigente parece inflexível em condicionar sua saída ao pagamento da cláusula rescisória contratual estabelecida em 6.3 milhões de dólares.

Sampoali chegou ao cargo através do antigo presidente da entidade, Sergio Jadue, que renunciou recentemente, depois de ser preso na Suíça sob a acusação de envolvimento nos casos de corrupção junto com outros dirigentes sul-americanos.

Sampaoli; "estou francamente decepcionado" (foto - Martin Benetti - AFP)

Sampaoli; “estou francamente decepcionado” (foto – Martin Benetti – AFP)

Segundo o técnico campeão da Copa América declarou ao site da Radio Agricultura “com o atual ambiente não quero trabalhar, nem viver neste país. Estão tentando atacar minha dignidade pessoal, me ligando a atos de corrupção da administração anterior (da ANFP) e me acusando de buscar vantagens econômicas”. A entidade foi obrigada a pagar uma multa de 500 mil dólares por ter pago no exterior os prêmios pela conquista do título da Copa América.

Sampaoli se sente perseguido pelas autoridades financeiras chilenas. Ele foi obrigado a prestar esclarecimentos ao Serviço Interno de Impostos (SEI), que também recolheu documentos privados da federação no CT da seleção: “perguntei aos investigadores se eles já haviam realizado algo parecido com outros técnicos da seleção e eles responderam laconicamente que os tempos são outros. Fiscais do ministério do trabalho também assediaram um dos meus auxiliares – José Pinto Duran – como se ele fosse um delinquente. Só falta agora a polícia ir ao meu domicílio”.

A investigação está relacionada ao fato de que Sampaoli e membros de sua comissão técnica teriam recebido a remuneração pelo uso dos seus direitos de imagem através de empresas com contas criadas nas Ilhas Virgens Britânicas, conhecidas internacionalmente como um paraíso fiscal. O valor depositado nestas operações pode ter superado 6 milhões de dólares.

Salah tomou posse na ANFP em 4 de janeiro de 2016 (foto - anfp.cl)

Salah tomou posse na ANFP em 4 de janeiro de 2016 (foto – anfp.cl)

Sampaoli desabafou revelando parte de sua trajetória profissional: “estão tentando me fazer passar como alguém só preocupado com dinheiro. Não tenho o dinheiro de Bielsa nem de Berizzo. Há 5 anos atrás eu ganhava 3 mil dólares por mês! Não é justo que eu possa economizar depositando meus rendimentos em países que protejam estes pagamentos legítimos e tendo os impostos sobre eles pagos regularmente pelo empregador?” Segundo o diário “El Mecurio” Sampaoli recebe pelo contrato em vigor 280 mil dólares por mês.

A crise com a comissão técnica já chegou ao dia a dia da seleção chilena. Os dois amistosos previstos para o final de janeiro e início de fevereiro contra Jamaica e Panamá estão suspensos até segunda ordem. Eles fazem parte dos preparativos para as partidas contra Argentina (24 de março), em Santiago, e Venezuela (29 de março), fora de casa, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Diante da necessidade da definição do futuro imediato de quem comandará o time há, na federação chilena, quem trabalhe por uma acordo que resolva o impasse, mas sob a condição de que a federação seja indenizada em 2 milhões de dólares por Sampaoli pela rescisão unilateral do contrato. O técnico argentino já teria aceitado pagar 380 mil dólares para se desvincular imediatamente da entidade.

O desejo de Sampaoli não está diretamente relacionado a uma proposta concreta de trabalho por parte de qualquer clube europeu. A especulação mais razoável o ligou à Roma para a eventual substituição do técnico francês Rudi Garcia. No entanto, na manhã desta quarta-feira, o técnico francês e seus assistentes Frederic Bompard e Claude Fichaux acabaram exonerados, pondo fim a 2 anos e meio de trabalho no clube da capital italiana. O substituto anunciado é o italiano Luciano Spalletti.

Jorge Sampaoli, 55 anos, chegou à seleção chilena em função de um ótimo trabalho realizado na Universidad de Chile onde conquistou a Copa Sul-Americana de 2011. Ele admite se inspirar no estilo de jogo ousado e ofensivo  de Marcelo Bielsa e Pep Guardiola.

O diário “El Mercurio” desta quarta-feira publica que Marcelo Bielsa deverá ocupar o cargo de Sampaoli.

 

 

Atualizado às 09:16 de 13/01/2015

 

 

 



  • Marcelo Garin

    Po , mas ele não assinou o contrato?

  • luiz

    Sampaoli agindo assim tá parecendo mais q tem culpa no cartório, se não deve nada, pq fica tão bravo ao ser questionado? Ué, prova q tá limpo e pronto.

    Qdo o cara quer mto “fugir” assim, dá a entender q tá devendo e tá com medo q cheguem até ele

MaisRecentes

O Fórum Mundial de ligas nacionais de futebol é contra a expansão da Copa do Mundo



Continue Lendo

Argentinos tem vantagem sobre brasileiros em finais da Libertadores



Continue Lendo

La Liga conta com Amazon e Facebook para negociar TV por € 2.3 bilhões



Continue Lendo