Javier Mascherano: um jogador de futebol completo



Lionel Messi, Neymar, Iniesta, Manuel Neuer ou Schweinsteiger costumam ser os nomes mais celebrados nas notícias em torno de um clássico da dimensão deste Bayern x Barcelona de hoje na Allianz Arena na partida de volta das semifinais da Champions League 2014/15.

Mas se há um jogador no futebol mundial subdimensionado pela mídia em momentos assim ele se chama Javier Mascherano. Simplesmente por que se trata de um dos mais completos futebolistas da atualidade.

Javier Alejandro Mascherano nasceu em San Lorenzo na Argentina (foto - site oficial do FC Barcelona)

Javier Alejandro Mascherano nasceu em San Lorenzo na Argentina (foto – site oficial do FC Barcelona)

Foi como volante que Mascherano começou nas divisões de base do River Plate. Mas sua qualidade técnica, sua noção de posicionamento, sua inteligência tática, seu “tempo de bola” são tão espetaculares que permitiram que o “Chefinho” – como é apelidado em seu país – se transformasse num zagueiro extraordinário no Barcelona e na própria seleção argentina, apesar de medir apenas 1,74m.

Mascherano brilhou por onde passou. Sua carreira como profissional teve início no River Plate onde conquistou o torneio clausura em 2003 e 2004. Foi campeão brasileiro no Corinthians em 2005 para onde foi trazido pelo fundo de investimentos MSI, liderado pelo iraniano Kia Joorabichian.

Para Cesar Menotti, Mascherano é um símbolo do povo argentino (foto - site oficial do FC Barcelona)

Para Cesar Menotti, Mascherano é um símbolo do povo argentino (foto – site oficial do FC Barcelona)

Em 2006 ele se transferiu para o West Ham. Um ano depois foi contratado pelo Liverpool onde jogou até 2010 quando foi negociado com o Barcelona.

No clube catalão, onde já conquistou todos os títulos possíveis, Mascherano veio a provar toda sua versatilidade a partir do momento em que Pep Guardiola passou a escalá-lo também como zagueiro e a definir sua contratação como ” a melhor dos últimos anos. Ele é único”.

Mascherano é tão bom como defensor como meio campista. Ele está no mesmo nível de um Daniel Passarela ou de um Roberto Perfumo como zagueiro e pode ser comparado a Osvaldo Ardilles ou a Fernando Redondo como volante.

Barcelona

O número 14 do Barcelona já disputou 3 Copas do Mundo. Na última, ano passado no Brasil, foi um dos responsáveis pela classificação da Argentina para a final contra a Alemanha ao evitar de maneira limpa e excepcional um gol praticamente certo de Arjen Robben na prorrogação da semifinal contra a Holanda. Em termos olímpicos já conquistou a medalha de ouro em 2004 (Atenas) e 2008 (Pequim).

Dificilmente Mascherano será indicado como o craque da partida de hoje contra o Bayern de Munique – até por que ele tem como companheiro de equipe Lionel Messi – mas se mantiver seu nível habitual ele proporcionará mais uma exibição digna de se tornar referência para quem sonha em um dia atuar como um zagueiro ou como um volante de prestígio internacional. Para Mascherano, tanto faz.



MaisRecentes

Frank de Boer chega ao Crystal Palace sem negar que tem o DNA do Ajax



Continue Lendo

O prodígio gigante Donnarumma é o personagem das semifinais do Euro Sub 21



Continue Lendo

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo