Inter, fora das competições europeias, pode perder patrocínio da Pirelli



A Inter de Milão não disputará qualquer competição europeia na temporada 2015/16 devido ao desempenho na Série A onde se encontra na oitava posição a uma rodada do fim da competição 2014/15. Esta perspectiva fez Marco Tronchetti Provera, o presidente da Pirelli, seu histórico patrocinador master, externar um alerta impressionante para os dirigentes e torcedores interistas através de uma entrevista a um popular programa da Rádio RAI: “o futebol é um veículo de imensa importância a nível mundial. Se a Inter se mantiver apenas como um clube de alcance nacional não faz sentido prosseguir com a nossa relação”.

Tronchetti Provera e Javier Zanetti, atual vice presidente da Inter ( foto - site oficial da FCI)

Tronchetti Provera e Javier Zanetti, atual vice presidente da Inter ( foto – site oficial da FCI)

A Pirelli é um dos principais grupos industriais europeus fundado em Milão, em 1872, com faturamento anual de mais de € 6 bi (R$20 bi). Tronchetti Provera é genro do neto do fundador da empresa, Leopoldo Pirelli. Ela também tem contrato de fornecimento de pneus para as equipes da F1 até 2016 e pretende estendê-lo até 2019.

A Pirelli está presente no Brasil desde 1929.

inter torcida

Noutras palavras, a Inter fora das competições europeias pode implicar no fim de um dos mais longos patrocínios do futebol internacional que se iniciou em 1995. O atual contrato expirará em junho de 2016. Segundo Tronchetti Provera, “as condições econômicas são relacionadas aos resultados da equipe e que deve ter dimensão internacional. Vamos ver o que acontece. O novo proprietário fará uma grande Inter? Espero que sim. Não é fácil, mas é necessário que alguma coisa nesta direção aconteça por que os torcedores merecem”.

A Inter de Milão é o quarto clube italiano e o 17º europeu em termos de receita segundo o relatório “Football Money League 2015”, produzido pela empresa de consultoria inglesa Deloitte, com faturamento de € 164 mi (R$ 554 mi) em 2013/14. Desde novembro de 2013 o clube é controlado (70% das ações) pela empresa International Sports Capital do empresário indonésio Erick Thohir. O ex-presidente e ex-acionista majoritário Massimo Moratti passou a ser presidente honorário da instituição.

Thohir também é investidor no esporte profissional americano. Ele é um dos acionistas do Philadelphia 76ers da NBA, desde 2011, e do DC United da MLS, desde 2012.

Erick Thohir nasceu na Indonésia e tem 45 anos (foto - site oficial da IFC)

Erick Thohir nasceu na Indonésia e tem 45 anos (foto – site oficial da FCI)

Para o presidente da Pirelli, a Inter “precisa contar com jogadores com liderança em campo, que queiram mudar a mentalidade atual do time. Mancini é um ótimo técnico. Mas não será fácil corrigir o atraso. Será preciso fazer mudanças radicais para voltar a ser o clube que já foi. Somos habituados aos altos e baixos do futebol. Mas agora é muito tempo de baixa nos resultados”.

Tronchetti Provera tem dúvida sobre um eventual retorno de Balotelli ao clube: “ele é um campeão, mas um rapaz complexo. Precisamos avaliar se o técnico tem a capacidade de tirar de Balotelli todo seu potencial. Desejo sucesso a ele”.

Roberto Mancini é ex-jogador e atual treinador da Inter (foto - site oficial da FCI)

Roberto Mancini é ex-jogador e atual treinador da Inter (foto – site oficial da FCI)

O futuro esportivo imediato da Inter é imprevisível. Dependerá do quanto seu atual proprietário investir no reforço do elenco de jogadores para recuperar a competitividade em termos da Série A e que a reconduza, já na temporada 2015/16 às competições europeias, respeitando os limites impostos pelo Fair Play Financeiro da UEFA.

Um clube que tem ambição continental não pode ficar excluído das competições continentais por mais de uma temporada. O insucesso esportivo acaba inevitavelmente produzindo o fracasso financeiro em função da diminuição das receitas que acontecem neste tipo de situação.

Atualmente, a Inter conta em seus quadros com os brasileiros Sylvinho (colaborador técnico de Mancini) e os jogadores Jonathan, Juan de Jesus, Felipe Dalbelo e Hernanes.



MaisRecentes

Marco Asensio será o novo galático do Real Madrid?



Continue Lendo

Rummenigge, presidente do Bayern: “não podemos e não compraremos um jogador por € 222 milhões”



Continue Lendo

Monaco é o campeão europeu em faturamento nas transferências de jogadores



Continue Lendo