Independiente del Valle na final da Libertadores. O futebol internacional vive, enfim, uma nova era?



Atualizado às 16:28h de 15/07/2016

O futebol contemporâneo vem produzindo surpresas interessantes em termos de resultados e protagonistas. No país do futebol imemorial, o inacreditável Leicester conquistou pela primeira vez na sua história a multimilionária Premier League, dominada desde sua fundação pelos gigantes ingleses.

O Chile, tão modesto em termos de feitos continentais, venceu em 1 ano, a Copa América 2015 e a Copa América Centenário, ao bater nas finais de ambas, a poderosa Argentina de Lionel Messi e outros craques.

O Independiente del Valle desbrava a Bombonera (foto - Eitan Abramovich/AFP)

O Independiente del Valle desbrava a Bombonera (foto – Eitan Abramovich/AFP)

O pequeno mas destemido Portugal sacramentou um feito extraordinário ao vencer a França anfitriã na EURO 2016 finalmente atingindo o topo de uma competição internacional que também projetou seleções desprovidas de tradição como Islândia e País de Gales. Finalmente o futebol do país de Eusébio e Cristiano Ronaldo chegou ao topo da Europa em termos de seleções.

E, nesta quinta-feira, na mítica La Bombonera, o atrevido Independiente del Vale derrotou o tradicionalíssimo Boca Juniors, sacramentando sua participação inédita na final da Copa Libertadores 2016 contra o Atlético Nacional de Medellin que vencera o São Paulo na outra semifinal. Dois clubes que somam 9 títulos da Libertadores foram barrados da final por 2 que somam apenas 1.

Estaremos finalmente vivendo uma nova era em que a longeva e tantas vezes ridicularizada expressão “no futebol de hoje não tem mais bobo” passa a ser menos folclórica e, de fato, e vira a síntese de uma etapa particular e diferente do futebol internacional?

Parece que os efeitos da globalização e até de uma certa distribuição de recursos, conhecimento e informação no futebol de alguma maneira alteraram a correlação de forças esportivas entre os clubes e países.

Vejamos se este processo terá efeito na Champions League, principal competição continental de clubes e que, cada vez mais vem sendo hegemonizada pelos clubes mais ricos da Europa.

 

 

 



MaisRecentes

Apesar da campanha decepcionante, Milan não deverá contratar na janela de inverno.



Continue Lendo

Bilionário israelense adquire 15% do Atlético de Madrid



Continue Lendo

Federação americana pensa num torneio com os excluídos da Copa da Rússia



Continue Lendo