Imagens contrastantes de um domingo de futebol



No último domingo os canais de TV exibiram duas imagens essencialmente contrastantes mostrando torcedores em dois estádios de futebol.

Na Inglaterra, 3 jogadores do Manchester United – Phil Jones, Michael Carrick e Marcos Rojo – sem condições de entrar em campo para o derby contra o Liverpool, em Anfield, assistiram a partida no meio da torcida do próprio clube. A alegria e descontração que os cercava sugere um ambiente respirável da galera diante das incomuns convivência e proximidade que experimentava com algumas das estrelas de seu clube.

Phil Jones, no meio dos torcedores celebrando a vitória sobre o arquirival (foto - manutd.com)

Phil Jones, no meio dos torcedores, celebrando a vitória sobre o arquirival (foto – manutd.com)

 

Já em Mogi das Cruzes as imagens selvagens, animalescas e atemorizantes dos mesmos canais de comunicação mostraram os torcedores do São Paulo FC desafiando, agredindo e expulsando os poucos policiais presentes ao Estádio Nogueirão, chocando qualquer pessoa que gosta de futebol e curte acompanhar seu clube do coração “in loco”.

Vale lembrar que a partida reuniu a equipe de juniores do São Paulo que enfrentava o inexpressivo Rondonópolis (MT) pela Copa São Paulo de Juniores.

Torcedores do São Paulo expulsando os policiais do estádio (foto - reprodução SPORTV)

Torcedores do São Paulo expulsando os policiais do estádio (foto – reprodução SPORTV)

Há violência entre torcedores e torcidas organizadas na Inglaterra, claro, notadamente em brigas combinadas nas ruas e em emboscadas pelo país afora. Mas, pelo menos nos estádios, a atmosfera evoluiu para algo respirável e próximo do que se pode classificar de civilizado. Não foi um milagre. A transformação aconteceu por que o governo agiu, legislou e passou a cumprir com rigor seu papel constitucional de garantir a ordem num local de divertimento público.

Ao mesmo tempo é claro que a imensa maioria dos brasileiros que comparece aos estádios é pacífica e civilizada. Mas até quando os vândalos travestidos de torcedores agirão impunemente convencidos de que nada, nem ninguém os deterá?

O fato é que é doloroso para um amante do futebol a confrontação sobre o pontual e discrepante significado daquilo que cada uma das fotos exibe.

O pior é que ninguém será castigado pelos acontecimentos de Mogi das Cruzes. E os estúpidos machões da covardia coletiva deste episódio específico continuarão frequentando os estádios onde o São Paulo atuar.

 

 

 

 



MaisRecentes

Mourinho foi mais Mourinho do que nunca em Estocolmo



Continue Lendo

Final da Europa League: Ajax e Manchester United duelam como bom humor no Twitter



Continue Lendo

Os 4 meninos prodígios do futebol mundial



Continue Lendo