Há exatos 50 anos a Inglaterra conquistava sua única Copa do Mundo



Há exatos 50 anos a Inglaterra conquistava sua primeira e única Copa do Mundo de futebol. No dia 30 de julho de 1966, no mítico estádio de Wembley, em Londres, diante de 95 mil pessoas, a seleção do país que inventou este esporte finalmente realizava seu sonho vencendo a Alemanha na final por 4 a 2.

O país celebrará a data ao longo deste sábado. O novo e impressionante estádio de Wembley sediará um evento monumental em comemoração ao feito meio século depois.

 

Bobby Charlton com a Copa

Bobby Charlton com a Copa

O show está sendo chamado de “World Cup 66”, será transmitido pela BBC2 e exibido também em cinemas espalhados por todo o país. Ele contará com a exibição de imagens do jogo, entrevistas com quem participou da campanha, com personalidades amantes do futebol, exibições de astros da música, do cinema e da moda. Duas lendas vivas daquela campanha estarão presentes; Sir Geoff Hurst (3 gols na final) e Sir Bobby Charlton (eleito pela FIFA o melhor jogador do torneio). A reprodução de sucessos da época dos “The Beatles”, “The Stones”, “The Kinks” e “The Who”, trararão de volta um pouco da atmosfera vivida na época.

A celebração ocorre num momento de reconstrução da seleção inglesa após o fracasso na EURO 2016 quando ela foi eliminada pela inexpressiva Islândia nas oitavas de final. O novo técnico, Sam Allardyce, comentou ao site da FA – federação inglesa de futebol – as memórias daquela final: “em 66 eu sentei em frente à TV na minha casa em Dudley, com meu irmão e meus pais. Eu me lembro do “hat-trick” de Geoff Hurst, principalmente o último gol, e claro, no final, a comemoração de Nobby Stiles, sem dente, e a Copa do Mundo no alto. É uma memória eterna de quando eu tinha apenas 11 anos.”

 

A foto inspiradora do cartaz do evento (foto - thefa.com)

A foto inspiradora do cartaz do evento (foto – thefa.com)

A FINAL MEMORÁVEL E CONTROVERSA

O título inédito e que jamais se reproduziu novamente veio numa final empolgante e controversa, principalmente em função do terceiro gol inglês, que se tornou um dos mais polêmicos da história do futebol mundial. Uma bola chutada exatamente por Hurst, aos 11 minutos de uma prorrogação equilibradíssima, bateu no travessão, caiu sobre a linha e voltou para o campo. O juiz suíço Gottfried Dienst, depois de consultar o bandeirinha confirmou o gol.

No primeiro tempo, Haller colocou os alemães na frente, mas Hurst empatou pouco depois. No segundo tempo, Peters deu a vantagem aos ingleses aos 33min. Quando a a torcida inglesa já celebrava o título, Weber empatou, no último minuto.

No último minuto de jogo, Hurst partiu no contra-ataque e, mesmo com a invasão de três torcedores, marcou o quarto gol inglês, definindo o placar em 4 a 2. Mesmo percebendo a irregularidade, o árbitro suíço validou a jogada.

Sir Bobby Charlton tem 78 anos e é dirigente do Manchester United (foto - manutd.com)

Sir Bobby Charlton tem 78 anos. (foto – manutd.com)

A Inglaterra venceu com Gordon Banks, Cohen, Jack Charlton, Bobby Moore e Wilson; Stiles, Peters e Boby Charlton, Hunt e Hurst. A equipe era dirigida por Sir Alf Ramsey.

A Alemanha jogou com Tilkowski, Schnellinger, Schulz, Hottges e Weber; Beckembauer, Overath e Haller; Emmerich, Seeler e Held. O técnico era Helmut Schoen.

A CAMPANHA DO ENGLISH TEAM

Durante a Copa a Inglaterra marcou 11 gols e sofreu 3:

Inglaterra 0 x 0 Uruguai

Inglaterra 2 x 0 México

Inglaterra 2 x 0 França

Inglaterra 1 x 0 Argentina

Inglaterra 2 x 1 Portugal

Inglaterra 4 x 2 Alemanha Ocidental



MaisRecentes

Guardiola vence o derby e celebra campanha com vitórias em Stamford Bridge e Old Trafford



Continue Lendo

Lillo, mentor de Guardiola e sucessor de Rueda, deixa o Atlético Nacional de Medellín



Continue Lendo

Florentino Pérez confia em Zidane e decide reforçar o elenco do Real Madrid



Continue Lendo