Grandes clubes pressionam UEFA por uma nova Champions League



É cada vez mais intensa junto à UEFA a pressão por um novo modelo de disputa da Champions League, a mais importante competição entre clubes do futebol contemporâneo. Basicamente a ideia em maturação caminha na direção da reformatação do torneio na etapa de grupos: ao invés de 8 grupos com 4 clubes seriam apenas 2 grupos de 8 clubes. Para isto, mais uma fase eliminatória anterior à fase de grupos seria criada para enxugar o número de clubes menos competitivos.UEFA Champions League

O sentido geral da mudança é o de garantir para os clubes mais competitivos e de nível de investimento mais elevado a garantia de um número maior de jogos mais atraentes. Em síntese o que se persegue é ter mais jogos entre clubes mais fortes esportiva e economicamente, capazes de atrair mais audiência e público nos estádios. A revisão está na agenda dos dirigentes da UEFA que já se convenceram de que o formato atual não está funcionando do ponto de vista comercial no nível desejado.

Os envolvidos na discussão pretendem que a UEFA anuncie um novo formato antes do início da temporada 2016/17, ainda que ele só venha a ser implementado na temporada 2017/18. Evidentemente a fase de grupos ocuparia um período maior de datas o que exigiria incluir partidas no período de fim de ano, o que não tem acontecido nas últimas temporadas.

A proposta de mudanças no formato da Champions League ainda não deverá contemplar a solução da participação assegurada para clubes de determinados níveis, solução que tem sido proposta pela ECA – Associação Europeia de Clubes – presidida por Karl-Hanz Rummenigge, vice presidente do Bayern de Munique.

Rummenigge é o interlocutor dos clubes (foto - site oficial da ECA)

Rummenigge, presidente da Associação Europeia de Clubes é o interlocutor dos clubes (foto – site oficial da ECA)

 

As cifras exorbitantes do novo contrato de TV da Premier League aprofundaram nos grandes clubes do resto da Europa o desejo de buscar na Champions League contratos de valores compatíveis com seu alcance continental. No entanto, ainda não há ambiente para a proposta de um modelo que admita a existência de participantes natos da competição, que teriam presença automática assegurada por critérios de tradição, popularidade ou força comercial.

A Champions League 201/5/16 está na fase de quartas de final e tem a final marcada para o dia 28 de maio no estádio San Siro em Milão.

 



MaisRecentes

Frank de Boer chega ao Crystal Palace sem negar que tem o DNA do Ajax



Continue Lendo

O prodígio gigante Donnarumma é o personagem das semifinais do Euro Sub 21



Continue Lendo

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo