Gerrard teme que Philippe Coutinho saia do Liverpool para o Real ou Barça



Steven Gerrard, 35 anos, ex-capitão do Liverpool, da seleção inglesa e, atualmente, no Los Angeles Galaxy da MLS, teme que o jovem craque brasileiro Philippe Coutinho, 23 anos, deixe o clube inglês no futuro próximo. Gerrard escreve em sua autobigrafia “Steve Gerrad, Minha história”, que vem sendo publicada em série pelo diário londrino “Daily Mail”:

– Ele acaba de assinar um novo contrato e ele e sua esposa – que formam um casal adorável – parecem adaptados em Liverpool. Mas eu também sei que os gigantes espanhóis, Barcelona e Real Madrid, vão observá-lo um pouco mais, assim como fizeram com (Luis) Suárez. E é aí fica complicado para o Liverpool por que a tentação para ir para um destes dois clubes é muito forte para qualquer jogador sul-americano ou espanhol. Até lá o Liverpool deve realmente dar a ele seu devido valor”.

Coutinho e Gerrard ficaram amigos no Liverpool (foto - Instagram)

Coutinho e Gerrard ficaram amigos no Liverpool (foto – Instagram)

Gerrard revela que no dia em que Luis Suárez realizou seu último treinamento no Liverpool antes de se transferir para o Barcelona, em julho de 2014, ele foi procurado pelo craque uruguaio que lhe fez um apelo: “Por favor, cuide do Philippe”. Para o craque inglês o episódio serviu para comprovar o quanto Suárez considera o craque brasileiro.

A previsão de Gerrard pode até se concretizar num futuro mais próximo. O Liverpool não participa da atual Champions League. O mercado de inverno poderá fazer com que algum dos grandes clubes europeus precise se reforçar para a reta final da temporada. Poucos jogadores da qualidade de Philippe Coutinho estarão desimpedidos e aptos a jogar a principal competição europeia de clubes.

Philippe Coutinho chegou ao Liverpool em janeiro de 2013 contratado junto à Inter de Milão e, desde então, vem se transformando no principal jogador do gigante inglês, onde sempre atuou com a camisa “10”. Formado nas divisões do Vasco da Gama, em 2012, ele foi emprestado pelo clube italiano ao Espanyol de Barcelona. Ele foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira principal por Mano Menezes em 2010. Com o técnico Dunga ele já foi convocado para alguns amistosos e participou da última Copa América no Chile.

Coutinho já jogou 107 partidas pelo LFC (foto - site oficial do LFC)

Coutinho tem 106 partidas e 17 gols  pelo LFC (foto – site oficial do LFC)

No livro, Gerrard também afirma que o atual técnico do Real Madrid, Rafa Benitez, foi o melhor técnico tático com quem ele trabalhou no futebol inglês e com quem criou uma relação respeitosa:”nas entrevistas ele chamava todos os jogadores pelo primeiro nome, mas eu era sempre “Gerrard”. No vestiário também era assim. Ele não me faria jogar melhor se me chamasse “Stevie”. Eu só queria ganhar a próxima partida e sabia que Rafa poderia ajudar a conseguir uma nova vitória”.

Noutro capítulo, entretanto, Gerrard critica Benitez por ter negociado, em 2009, o volante  Xabi Alonso por apenas £30 milhões. Segundo ele, as conquistas do volante espanhol no Real Madrid, no Bayern de Munique e na seleção espanhola demonstraram o seu valor. Para Gerrard, Xabi Alonso poderia ter jogado por mais 6 ou 7 temporadas no Liverpool.


 Post atualizado às 15:14h de 14/09/2015



  • Flavio Domingos Cerqueira

    Coutinho, joga de mais. E ainda ser tão considerado por Gerrard e luisito, é de grande honra.

  • Francisco Sousa

    Monstro da bola, como joga esse tal de jerrad!

MaisRecentes

Há 50 anos, o “Bola de Ouro” húngaro Albert vestia a camisa 9 do Flamengo



Continue Lendo

FIFA revoltada com ausência de Messi na festa do “The Best”



Continue Lendo

Última chamada na Champions League: 7 clubes disputam 4 vagas.



Continue Lendo