Florentino Perez sonhou com Adriano Galliani no Real Madrid



Por pouco o futebol internacional não assistiu uma das mais espetaculares e heterodoxas situações envolvendo a gestão do clube mais vitorioso de todos os tempos: o Real Madrid Club de Futbol.

Segundo o colunista Francesc Aguilar, do diário Mundo Deportivo, o presidente Florentino Perez esteve a um passo de contratar o italiano Adriano Galliani, 73 anos, principal executivo do Milan durante todo o período em que o clube foi presidido por Silvio Berlusconi. Galliani deixou sua função em função da venda do controle do clube para o grupo chinês liderado por Yonghong Li. Seu substituo é o italiano Marco Fassone e novo diretor esportivo milanista passou a ser Massimiliano Mirabelli.

Galliani, Kaká e Florentino Perez (divulgação)

Adriano Galliani, Kaká e Florentino Perez (divulgação)

Florentino e Galliani são amigos de longa data. O dirigente espanhol nunca escondeu sua admiração pelo trabalho desenvolvido por Galliani na montagem dos grandes times do Milan por quase 30 anos e que resultaram nos anos mais gloriosos de sua história. Galliani, com a ajuda de Ariedo Braida (atual consultor internacional do Barcelona) agiram com incrível eficiência no mercado de jogadores e foram responsáveis pela contratação de astros como Marco Van Basten, Ruud Gullit, Frank Rijkaard, Samuel E’too, George Weah, Andrey Shevchenko, Zvonimir Boban, Dejan Savicevic, Cafu, Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo, Rivaldo, Kaká, Dida, Thiago Silva, Robinho, Alessandro Nesta, Marcel Desailly, Jean Pierre Papin, Roberto Baggio, Zlatan Ibrahimovic e Rui Costa, dentre outros.

Neste período o Milan conquistou 1 Mundial de Clubes, 2 Copas Intercontinentais, 5 Champions Leagues e 8 Campeonatos Italianos, 1 Copa Itália e 5 Supercopas italianas.

Galliani ama o Brasil, o Rio de Janeiro e ainda mais especialmente o bairro do Leblon onde possui uma apartamento na deslumbrante avenida Delfim Moreira. Ele foi determinante na transferência de Ronaldinho Gaúcho para o Flamengo em janeiro de 2011. Galliani é casado com uma brasileira e seu enteado é torcedor fanático do clube rubro negro.

Florentino Perez desistiu do projeto por ora. De qualquer forma o futuro de Galliani continua em aberto. Por certo ele não representará o futebol italiano no comitê executivo da UEFA, como cogitou o presidente da Federação Italiana Carlo Tavecchio.

 

 



MaisRecentes

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo