FIFA exonera secretário geral interino



Atualizado às 10:29h de 24/05/2016

O processo de mudanças na FIFA segue acontecendo. Desta vez a vítima é o ex-secretário geral interino da entidade, o alemão Markus Kattner, 46 anos, demitido, nesta segunda-feira, com “efeitos imediatos”por supostamente tem infringido regras éticas financeiras da entidade. Ele é acusado de ter destinado a si próprio milhões de dólares em bônus durante anos entre 2008 e 2014. Ele foi o responsável por providenciar o pagamento do valor destinado a Michel Platini, então presidente da UEFA, autorizado pelo ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter, mas sem qualquer base contratual e que desencadeou o processo que levou à punição dos dois dirigentes.

Markus Kattner substitui Valke no cargol (foto - fifa.com)

Markus Kattner substituiu Valke no cargo (foto – fifa.com)

Kattner  era diretor financeiro da entidade desde 2003 e assumiu o cargo de secretário geral interino no lugar de Jérôme Valcke depois que este foi suspenso por 12 anos de qualquer atividade ligada ao futebol.

O anúncio da punição foi feito por um comunicado oficial da entidade composto por meros 3 parágrafos.

O comitê de ética da FIFA dará início agora a uma investigação a cerca das acusações feitas a Kattner.

O ato está sendo encarado como mais um esforço do presidente eleito Gianni Infantino em desvincular radicalmente sua gestão das pessoas e dos métodos ligados ao período em que a entidade foi dirigida pelo ex-presidente Joseph Blatter.

A FIFA está submetida a um regime de revisão de contratos num inquérito interno que está sendo conduzido com o apoio de dois escritórios de advogacia contratados pela entidade: o americano Quinn Emanuel e o suíço Niederer, Kraft e Frey.



MaisRecentes

Roma contrata Monchi, o “Rei Midas” do futebol europeu



Continue Lendo

Até a mídia de Madri se rendeu a Lionel Messi



Continue Lendo

Florentino Perez sonhou com Adriano Galliani no Real Madrid



Continue Lendo