FIFA exonera secretário geral interino



Atualizado às 10:29h de 24/05/2016

O processo de mudanças na FIFA segue acontecendo. Desta vez a vítima é o ex-secretário geral interino da entidade, o alemão Markus Kattner, 46 anos, demitido, nesta segunda-feira, com “efeitos imediatos”por supostamente tem infringido regras éticas financeiras da entidade. Ele é acusado de ter destinado a si próprio milhões de dólares em bônus durante anos entre 2008 e 2014. Ele foi o responsável por providenciar o pagamento do valor destinado a Michel Platini, então presidente da UEFA, autorizado pelo ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter, mas sem qualquer base contratual e que desencadeou o processo que levou à punição dos dois dirigentes.

Markus Kattner substitui Valke no cargol (foto - fifa.com)

Markus Kattner substituiu Valke no cargo (foto – fifa.com)

Kattner  era diretor financeiro da entidade desde 2003 e assumiu o cargo de secretário geral interino no lugar de Jérôme Valcke depois que este foi suspenso por 12 anos de qualquer atividade ligada ao futebol.

O anúncio da punição foi feito por um comunicado oficial da entidade composto por meros 3 parágrafos.

O comitê de ética da FIFA dará início agora a uma investigação a cerca das acusações feitas a Kattner.

O ato está sendo encarado como mais um esforço do presidente eleito Gianni Infantino em desvincular radicalmente sua gestão das pessoas e dos métodos ligados ao período em que a entidade foi dirigida pelo ex-presidente Joseph Blatter.

A FIFA está submetida a um regime de revisão de contratos num inquérito interno que está sendo conduzido com o apoio de dois escritórios de advogacia contratados pela entidade: o americano Quinn Emanuel e o suíço Niederer, Kraft e Frey.



MaisRecentes

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo