EUA, Canadá e México confirmam candidatura conjunta para a Copa do Mundo de 2026



Os EUA, Canadá e México confirmarão hoje a candidatura conjunta para a organização da Copa do Mundo de 2026. A proposta indica que a competição voltará a ser disputada em 3 cidades que já a hospedaram no passado: Nova Yord, Los Angeles e Cidade do México. O comitê organizador já montado para o evento está sendo chamado de United 2026.

A proposta da candidatura aponta outras cidades oficialmente dispostas a receber o evento sendo que 3 delas são mexicanas (Cidade do México, Guadalajara e Monterrey) e 3 são canadenses (Edmontom, Montreal e Toronto). Todas as demais outras são americanas, que deverão sediar 60 das 80 partidas da competição: Boston, Nova York, Filadélfia, Nashville, Cincinnati, Atlanta, Orlando, Miami, Kansas City, Dallas, Houston, Denver, Los Angeles, San Francisco e Seattle.

A escolha final da FIFA de que país organizará o Mundial de 2026 será tomada pelos 211 países membros no dia 13 de junho durante o 68º Congresso da entidade que será realizado na Rússia. O Marrocos é o único outro país concorrente. Pela primeira vez a decisão final caberá ao congresso da entidade e não ao Comitê Executivo. A Copa do Mundo de 2022, a 22ª da história, será realizada no Catar.

Algumas cidades que se mostravam interessadas em receber partidas da Copa de 2026 desistiram de fazê-lo. Entre elas estão a canadense Vancouver, que recebeu o Mundial Feminino da FIFA em 2015, as americanas Chicago que recebeu partidas da Copa do Mundo de 1994 e Mineapolis. Estas cidades, apesar de disporem de estádios perfeitamente capazes de receber partidas de uma Copa do Mundo, resolveram não participar em função de exigências contratuais que  incluem muitas “incógnitas” relacionadas a quebras de impostos para a Fifa e responsabilidade potencial das cidades anfitriãs por excessos de custos e segurança.

Charlotte, Detroit, Las Vegas, Phoenix, Salt Lake City e Tampa também foram excluídas da lista final

A lista de cidades propostas é maior do que qualquer outra Copa do Mundo anteriormente promovida. O torneio de 2026 envolverá 48 países, 16 a mais dos que os 32 que disputarão a Copa da Rússia. Coréia do Sul e o Japão, por exemplo, usaram 20 cidades quando co-hospedaram o torneio em 2002.

Até meados de 2020 uma lista final de 16 cidades será definida depois de um trabalho de consulta que será realizado pela FIFA e pelo comitê organizador da competição. A relação definitiva deverá ser composta por 3 cidades mexicanas, 3 canadenses e 10 americanas.

A expectativa é do comitê United 2026 é de que sejam vendidos 5,8 milhões de ingressos gerando uma arrecadação de $2 bilhões de bilheteria.

 



MaisRecentes

A saída de Wenger do Arsenal indica o fim de uma época no futebol



Continue Lendo

Até que ponto a Roma épica que eliminou o Barça simboliza um novo futebol italiano?



Continue Lendo

Capello critica o Calcio ao anunciar a aposentadoria: “é difícil obter bons resultados com jogadores medíocres”



Continue Lendo