Eleição para presidente da FIFA é confirmada para fevereiro de 2016. Candidatura de Platini se fragiliza ainda mais



A reunião do Comitê Executivo da FIFA, realizada nesta terça-feira, em Zurique, manteve para 22 de fevereiro de 2016 a eleição para presidente da entidade, apesar da suspensão por 90 dias de Sepp Blatter e Michel Platini. Na verdade nenhuma solicitação pelo adiamento da data do pleito foi oficialmente apresentada. Semana passada, inclusive, a própria UEFA havia sugerido que o calendário eleitoral fosse mantido.

Candidatura de Michel Platini vem se enfraquecendo . (foto - Lance!Net)

Candidatura de Michel Platini vem se enfraquecendo (foto – Lance!Net)

Sendo assim as candidaturas devem ser apresentadas – com a assinatura de 5 federações membros da entidade – até o dia 22 de outubro. Até agora, somente Michel Platini – presidente suspenso da UEFA pelo Comitê de Ética da FIFA – e o príncipe jordaniano Ali bin Al-Hussein oficializaram seus nomes. A candidatura de Platini está pendente de uma decisão do Comitê de Apelação da entidade que deverá examinar o recurso apresentado.

O quadro não parece entusiasmar a mída francesa como indica o título da matéria do site do diário L’Équipe: “A candidatura de Michel Platini para a presidência da FIFA é posta de lado até que seja suspensa”.

De qualquer forma, o advogado de Michel Platini, Thibaud d’Alés, em entrevista à radio France Info, definiu o atual estado de espírito de seu cliente como “sereno, determinado e impaciente”. O advogado entende que a decisão da FIFA “foi boa por que dará tempo para que ele tome as medidas que permitirão que ele faça valer os seus direitos”. Com relação à avaliação sobre um eventual plano B, Thibaud assegura não saber de nada: “eu não posso falar pela UEFA, ou pelos membros da UEFA. Michel Platini deve ter o direito a se defender e ser ouvido pela Comissão de Apelo da FIFA e pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte). Ele está impaciente em poder fazer isto”.

A ratificação da eleição para fevereiro certamente acelerará os esforços para a viabilização das candidaturas de Zico e do presidente da Confederação Asiática de Futebol, Sheikh Salman Bin Ebrahim Al Khalifa, do Bahrein.

Dirigentes da UEFA aproveitaram a oportunidade para discutir o quadro eleitoral, inclusive refletindo sobre as condições de lançamento de um candidato alternativo na hipótese bastante provável da confirmação da inelegibilidade de Platini. O nome do presidente da federação holandesa, Michael Van Praag, é uma das alternativas.

Michael Van Praag é ex-presidente do Ajax (foto - UEFA.com)

Michael Van Praag é presidente da KNVB (Federação Holandesa) e ex-presidente do Ajax (foto – UEFA.com)

O Comitê Executivo também decidiu adotar mudanças nas regras que regem as investigações e as decisões tomadas pelo Comitê de Ética independente. O artigo 36 do Código de Ética da FIFA será alterado para permitir que o Comitê de Ética publique mais informações sobre processos em andamento. As mudanças foram sustentadas pelos presidentes independentes de duas câmaras do Comitê: Hans-Joachim Eckert and Cornel Borbély. Eles entendem que elas trarão transparência e compreensão para as decisões adotadas.

O Comitê Executivo também acolheu as recomendações preliminares formuladas pelo Comitê de Reforma da FIFA e apresentadas pelo presidente deste Comitê, François Carrard, em um relatório preliminar. Ele vai apresentar o conjunto final de propostas para reformar o Comitê Executivo da FIFA em dezembro de 2015. As propostas finais serão submetidas ao Congresso da FIFA para exame e votação no congresso extraordinário que está marcado para fevereiro de 2016.
FIFA
Outras decisões tomadas pelo Comitê Executivo durante a reunião:
1- O espanhol Ángel María Villar foi nomeado presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo da FIFA.
2- O presidente interino da FIFA, Issa Hayatou, assumiu o cargo de presidente em exercício do Comitê de Emergência da FIFA, enquanto María Ángel María Villar foi apontado como o representante UEFA na entidade, assim como Hany Abo Rida passou a representar a Federação Africana de Futebol junto ao Comitê Executivo.
3-Em função da frequência e da importância dos jogos eliminatórios para a Copa do Mundo de 2018, o Comitê concordou em criar um grupo específico e um grupo de emergência para acompanhamento. Ambos serão liderados pelo Sheikh Salman Bin Ebrahim Al Khalifa.
4- O Comitê Executivo ratificou a decisão do Comitê de Emergência da FIFA de nomear um comitê de normalização para a Associação de Futebol da Tailândia com funções de revisar o código eleitoral da entidade e dirigir a eleição de um novo comitê executivo até, no máximo, o dia 15 de fevereiro de 2016.
5 – A próxima reunião do Comitê Executivo da FIFA será nos dias 2 e 3 de novembro na sede da entidade em Zurique.

Atualizado às 16:40h de 20/10/2015

 



  • Dilvo Perin

    cade o Zico meu voto é pra ele ….que platina que nada outro ladrão sem vergonha ……

  • Deni Vieira Lemos

    FIFA, A MÃE… CONFEDERAÇÕES, AS MERETRIZES… FEDERAÇÕES LOCAIS, A ESCÓRIA DO FUTEBOL.

MaisRecentes

Raios X dos 100 gols de Messi pelo Barça em competições europeias



Continue Lendo

Barça exibe bandeira pelo diálogo na Catalunha mas impede a distribuição de cartazes no Camp Nou



Continue Lendo

Barça exibirá bandeira gigante antes da partida contra o Olympiacos propondo diálogo na Catalunha



Continue Lendo