Eleição para presidente da FIFA é confirmada para fevereiro de 2016. Candidatura de Platini se fragiliza ainda mais



A reunião do Comitê Executivo da FIFA, realizada nesta terça-feira, em Zurique, manteve para 22 de fevereiro de 2016 a eleição para presidente da entidade, apesar da suspensão por 90 dias de Sepp Blatter e Michel Platini. Na verdade nenhuma solicitação pelo adiamento da data do pleito foi oficialmente apresentada. Semana passada, inclusive, a própria UEFA havia sugerido que o calendário eleitoral fosse mantido.

Candidatura de Michel Platini vem se enfraquecendo . (foto - Lance!Net)

Candidatura de Michel Platini vem se enfraquecendo (foto – Lance!Net)

Sendo assim as candidaturas devem ser apresentadas – com a assinatura de 5 federações membros da entidade – até o dia 22 de outubro. Até agora, somente Michel Platini – presidente suspenso da UEFA pelo Comitê de Ética da FIFA – e o príncipe jordaniano Ali bin Al-Hussein oficializaram seus nomes. A candidatura de Platini está pendente de uma decisão do Comitê de Apelação da entidade que deverá examinar o recurso apresentado.

O quadro não parece entusiasmar a mída francesa como indica o título da matéria do site do diário L’Équipe: “A candidatura de Michel Platini para a presidência da FIFA é posta de lado até que seja suspensa”.

De qualquer forma, o advogado de Michel Platini, Thibaud d’Alés, em entrevista à radio France Info, definiu o atual estado de espírito de seu cliente como “sereno, determinado e impaciente”. O advogado entende que a decisão da FIFA “foi boa por que dará tempo para que ele tome as medidas que permitirão que ele faça valer os seus direitos”. Com relação à avaliação sobre um eventual plano B, Thibaud assegura não saber de nada: “eu não posso falar pela UEFA, ou pelos membros da UEFA. Michel Platini deve ter o direito a se defender e ser ouvido pela Comissão de Apelo da FIFA e pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte). Ele está impaciente em poder fazer isto”.

A ratificação da eleição para fevereiro certamente acelerará os esforços para a viabilização das candidaturas de Zico e do presidente da Confederação Asiática de Futebol, Sheikh Salman Bin Ebrahim Al Khalifa, do Bahrein.

Dirigentes da UEFA aproveitaram a oportunidade para discutir o quadro eleitoral, inclusive refletindo sobre as condições de lançamento de um candidato alternativo na hipótese bastante provável da confirmação da inelegibilidade de Platini. O nome do presidente da federação holandesa, Michael Van Praag, é uma das alternativas.

Michael Van Praag é ex-presidente do Ajax (foto - UEFA.com)

Michael Van Praag é presidente da KNVB (Federação Holandesa) e ex-presidente do Ajax (foto – UEFA.com)

O Comitê Executivo também decidiu adotar mudanças nas regras que regem as investigações e as decisões tomadas pelo Comitê de Ética independente. O artigo 36 do Código de Ética da FIFA será alterado para permitir que o Comitê de Ética publique mais informações sobre processos em andamento. As mudanças foram sustentadas pelos presidentes independentes de duas câmaras do Comitê: Hans-Joachim Eckert and Cornel Borbély. Eles entendem que elas trarão transparência e compreensão para as decisões adotadas.

O Comitê Executivo também acolheu as recomendações preliminares formuladas pelo Comitê de Reforma da FIFA e apresentadas pelo presidente deste Comitê, François Carrard, em um relatório preliminar. Ele vai apresentar o conjunto final de propostas para reformar o Comitê Executivo da FIFA em dezembro de 2015. As propostas finais serão submetidas ao Congresso da FIFA para exame e votação no congresso extraordinário que está marcado para fevereiro de 2016.
FIFA
Outras decisões tomadas pelo Comitê Executivo durante a reunião:
1- O espanhol Ángel María Villar foi nomeado presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo da FIFA.
2- O presidente interino da FIFA, Issa Hayatou, assumiu o cargo de presidente em exercício do Comitê de Emergência da FIFA, enquanto María Ángel María Villar foi apontado como o representante UEFA na entidade, assim como Hany Abo Rida passou a representar a Federação Africana de Futebol junto ao Comitê Executivo.
3-Em função da frequência e da importância dos jogos eliminatórios para a Copa do Mundo de 2018, o Comitê concordou em criar um grupo específico e um grupo de emergência para acompanhamento. Ambos serão liderados pelo Sheikh Salman Bin Ebrahim Al Khalifa.
4- O Comitê Executivo ratificou a decisão do Comitê de Emergência da FIFA de nomear um comitê de normalização para a Associação de Futebol da Tailândia com funções de revisar o código eleitoral da entidade e dirigir a eleição de um novo comitê executivo até, no máximo, o dia 15 de fevereiro de 2016.
5 – A próxima reunião do Comitê Executivo da FIFA será nos dias 2 e 3 de novembro na sede da entidade em Zurique.

Atualizado às 16:40h de 20/10/2015

 



  • Dilvo Perin

    cade o Zico meu voto é pra ele ….que platina que nada outro ladrão sem vergonha ……

  • Deni Vieira Lemos

    FIFA, A MÃE… CONFEDERAÇÕES, AS MERETRIZES… FEDERAÇÕES LOCAIS, A ESCÓRIA DO FUTEBOL.

MaisRecentes

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo

Real Madrid é Supercampeão e segue insaciável na Europa



Continue Lendo