Congresso da FIFA: votação de mudanças provoca a renúncia de dirigente do comitê de auditoria



Atualizado às 19:51 de 16/05/2016

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, 46 anos, parece entender que a participação crescente de ex-jogadores ajudará a oxigenar os métodos e as práticas no várias instâncias e comissões da entidade.

Ao mesmo tempo, ele acaba de enfrentar a primeira crise em sua gestão provocada pelo pedido de renúncia do chefe da comissão de auditoria, o suíco/italiano Domencio Scala, 51 anos.

Scala se revoltou, durante o 66º Congresso da entidade, semana passada, na cidade do México, com a votação de medidas que segundo ele “destroem os pilares da concepção que visa garantir a transparência, o fair-play e as reformas que pretendem transformar sua gestão. Os delegados acabaram votando mudanças no estatuto que eliminam a independência dos comitês de ética, de auditoria, de apelação e de reforma”.

Scala teve papel importante nas punições a ex-dirigentes (foto - fifa.com)

Scala teve papel importante nas punições a ex-dirigentes da FIFA (foto – fifa.com)

Os dirigentes da FIFA reagiram à atitude de Scala alegando que ele não entendeu “o espírito do que foi votado” e convidaram as pessoas a aguardarem a indicação dos membros das várias comissões que atuarão no processo de reforma da entidade até o próximo congresso da FIFA, em 2017, em Kuala Lumpur, na Malásia.

Durante o congresso, Infantino oficializou a indicação do ex-jogador português Luís Figo (ex-Sporting, Barcelona, Real Madrid e Inter), 43 anos, para a Comissão de Desenvolvimento e, ao mesmo tempo, nomeu o marfinense Didier Drogba (ex-Olympique, Chelsea e Galatasaray), 38 anos, e o croata Zvonimir Boban (ex-Dínamo Zagreb, Milan e Celta de Vigo), 46 anos, como assessores presidenciais.Congresso FIFA

Infantino está convencido de que várias missões e tarefas da entidade poderão ser melhor cumpridas por jogadores que tenham desenvolvido um conhecimento profundo do mundo do futebol. O brasileiro/português Deco (ex-Porto, Chelsea e Fluminense), 38 anos, é um dos que vem colaborando informalmente e que poderá ser indicado para um cargo institucional a qualquer momento.

O ex-capitão do Real Madrid e ex-diretor da seleção espanhola, Fernando Hierro, 48 anos, é outro que também já conquistou a confiança de Infantino através do papel que desempenhou em várias comissões da FIFA nos últimos tempos.

Segundo o cronista Francesc Aguilar, do diário esportivo espanhol “El Mundo Deportivo” o presidente da FIFA deverá convocar no futuro próximo o italiano Fabio Cannavaro (ex-Napoli, Parma, Real Madrid e Juventus), 42 anos, o camaronês Samuel Eto’o (ex-Barcelona, Inter e Chelsea), 35 anos, e o holandês Clarence Sedoorf (ex-Ajax, Real Madrid, Milan e Botafogo), 40 anos, para ocupar funções de na entidade.

A reforma radical do modelo de gestão pela qual está passando a FIFA terá como etapa fundamental a montagem do novo Conselho Consultivo, que substituirá o ex- todo poderoso Comitê Executivo, e que deverá sacramentar a reorganização da entidade a partir dos conceitos de transparência e alto nível de governança.

Senegalesa indicada para secretária geral da FIFA

A indicação meteórica da senegalesa Fatma Samba Diouf Samoura, 54 anos, para o cargo de secretária geral da FIFA, pode ser entendida como uma tentativa de reforçar a ideia de que a administração do presidente Infantino é reformista e pretende introduzir novos personagens no mundo do futebol.Infantino Samoura

Samoura é uma experiente funcionária da ONU, responsável por programas humanitários de organismos internacionais em seu país. Ela tem mestrado em inglês e espanhol pela Universidade de Lyon e doutorado em relações internacionais e comércio internacional pelo Instituto de Estudos Superiores Especializados da cidade de Strasbourg na França.

O nome de Fatma Samba Diouf Samoura será submetido ao comitê independente de revisão da FIFA, como exige o artigo 37 do estatuto da FIFA. Ela deve assumir o cargo em meios de junho.

 

 



MaisRecentes

Quais foram os 11 melhores jogadores das 5 principais ligas europeias no último semestre?



Continue Lendo

Guardiola vence o derby e celebra campanha com vitórias em Stamford Bridge e Old Trafford



Continue Lendo

Lillo, mentor de Guardiola e sucessor de Rueda, deixa o Atlético Nacional de Medellín



Continue Lendo