Clubes passam a ter representantes no Comitê Executivo da UEFA



A Associação Europeia dos Clubes – ECA – realizou, neste terça-feira, sua 15ª Assembleia Geral reunindo representantes de 160 associações do continente, em Genebra, na Suíça.

Durante o encontro os clubes reelegeram o alemão Karl-Hanz Rummenigge (FC Bayern de Munique) como presidente e oficializaram o italiano Umberto Gandini (AC Milan) como primeiro vice presidente e o espanhol Pedro López Jiménez (Real Madrid CF) como segundo vice presidente.

Membros eleitos para o Comitê Executivo da ECA ( foto - site oficial da ECA)

Membros eleitos para o Comitê Executivo da ECA ( foto – site oficial da ECA)

A ECA oficializou a indicação de Rummenigge e do italiano Andrea Agnelli, presidente da Juventus FC, como os dois representantes da entidade no Comitê Executivo da UEFA. Será a primeira vez na história que os clubes estarão representados na principal instância decisória da entidade europeia, num primeiro momento com direito a voz, mas com o direito a voto ainda dependente da reformulação dos estatutos da UEFA.

A entidade também aprovou, por unanimidade, o apoio à ideia apresentada pelo presidente do FC do Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, de destinar 1 euro de cada ingresso vendido nas partidas da Champions League e na Europa League para o refugiados que chegam à Europa fugindo da Síria e de outros países em guerra. Esta ação – que deverá arrecadar algo como €3 milhões – não excluirá outras iniciativas tomadas pelos clubes como a que o FC Barcelona pretende organizar: uma “maratona mundial” para que seus sócios e torcedores doem dinheiro ou outras formas de apoio a esta causa. Real Madrid, Bayern de Munique, Roma e Celtic também planejam ou já desenvolvem ações vinculadas ao movimento.

Rummenigge será membro do COmitê Executivo da UEFA ( foto - site oficial da ECA)

Rummenigge será membro do Comitê Executivo da UEFA ( foto – site oficial da ECA)

A diretoria eleita na Assembleia Geral é a seguinte:

Presidente: Karl-Heinz Rummenigge | FC Bayern de Munique (ALE)

1º Vice presidente: Umberto Gandini | AC Milan (ITA)
2º Vice presidente: Pedro López Jiménez | Real Madrid CF (ESP)
3º Vice presidente: Evgeni Giner | PFC CSKA Moscou (RUS)

Membro: Edward Woodward | Manchester United FC (ING)
Membro: Ivan Gazidis | Arsenal FC (ING)
Membro: Josep Maria Bartomeu | FC Barcelona (ESP)
Membro: Andrea Agnelli | Juventus FC (ITA)
Membro: Jean-Michel Aulas | Olympique Lyon (FRA)
Membro: Edwin van der Sar | AFC Ajax (HOL)
Membro: Michael Verschueren | RSC Anderlecht (BEL)
Membro: Theodore Giannikos | Olympiacos FC (GRE)
Membro: Dariusz Mioduski | Legia Warszawa SA (POL)
Membro: Peter Lawwell | Celtic FC (ESC)
Membro: Aki Riihilahti | HJK Helsinki (FIN)

A reunião também aprovou a adesão de 20 novos clubes à entidade que a partir de agora passa a ser composta por 220 clubes. Os novos clubes para o ciclo de 2015/17 são:

KS Skenderbeu (ALB), Qarabag FK (AZE), NK Rijeka (CRO), Apollon Limassol FC (CHI), Esbjerg FB (DIN), FC Midtjylland (DIN), AS Saint-Etienne (FRA), Hannover 96 (ALE), Asteras Tripolis FC (GRE), FK Zalgiris Vilnius (LIT), KF Shkëndija Tetovo (MAC), BV Vitesse (HOL),  Strømsgodset Toppfotball (NOR), Ruch Chorzów SA (POL), WKS Slask Varsóvia (POL), Astra Giurgiu (ROM), CS Pandurii Târgu Jiu (ROM), SP Tre Penne (SANM), AS Trencin (ESL), AIK Fotboll (SUE).

 Atualizado às 17:04h de 09/09/2015



MaisRecentes

Ranieri, uma história sempre surpreendente no Leicester



Continue Lendo

Há 50 anos, o “Bola de Ouro” húngaro Albert vestia a camisa 9 do Flamengo



Continue Lendo

FIFA revoltada com ausência de Messi na festa do “The Best”



Continue Lendo