Clubes espanhóis dão banho nas competições europeias desde 2000.



O futebol espanhol celebra o protagonismo incontestável dos seus clubes nas competições europeias a partir do ano 2000. O  levantamento produzido pelo diário espanhol “El País” comprova que, neste período, Barcelona, Real Madrid, Sevilla, Atlético de Madrid e Valencia alcançaram a marca excepcional de 23 títulos continentais, número quase 4 vezes superior ao 6 de conquistas obtidas pelos multimilionários clubes ingleses.

Na disputa entre representantes dos 4 principais países do futebol europeu – Espanha, Inglaterra, Itália e Alemanha – impressiona também o fato de que o poderoso e respeitável futebol alemão ter se limitado a 3 conquistas – todas do Bayern de Munique – em 45 títulos disputados. Os clubes italianos surgem com 5 títulos, mas todos obtidos antes até 2010.

Como sintetiza o diário espanhol, os números do estudo nos permitem afirmar que “o dinheiro está na Inglaterra e a atmosfera contagiante dos estádios se destaca na Alemanha. Mas o futebol, nos últimos anos, está na Espanha”.  Não por acaso vale observar que, segundo o relatório “Football Money League 2015” da empresa de consultoria “Deloitte”, entre os 10 primeiros clubes europeus em termos de faturamento estão 2 espanhóis (Real Madrid e Barcelona), 1 alemão (Bayern de Munique), 1 francês (PSG), 1 italiano (Juventus) e 5 ingleses (Manchester United, Manchester City, Chelsea, Arsenal e Liverpool).

 

Títulos europeus

 



MaisRecentes

Roma contrata Monchi, o “Rei Midas” do futebol europeu



Continue Lendo

Até a mídia de Madri se rendeu a Lionel Messi



Continue Lendo

Florentino Perez sonhou com Adriano Galliani no Real Madrid



Continue Lendo