Chelsea foi campeão com o elenco mais caro da Premier League 2014/15



O Chelsea FC  foi o clube com a mais cara folha salarial da Premier League na temporada 2014/15. O elenco campeão inglês e da Capital One Cup, sob o comando de José Mourinho, custou €287 milhões, superando em €33 milhões o valor gasto pelo próprio clube em salários na temporada anterior e superando em €17 milhões o poderoso Manchester United que gastou €270 milhões com seu plantel.

O 3º orçamento mais alto em salários naquela temporada foi o do Manchester City com €258 milhões e o 4º foi o do Arsenal com €256 milhões.

(foto - site oficial do CFC)

(foto – chelseafc.com)

Foi a primeira vez desde a temporada 2011/12 que o clube londrino de propriedade do russo Roman Abramovich voltou a ser o responsável pela folha salarial mais alta da Liga mais rica do planeta.

As aquisições requisitadas por Mourinho para aquele período resultaram num alto investimento envolvendo jogadores como Diego Costa, Cesc Fabregas, Filipe Luis, Didier Drogba e Loic Remy. Além disto o clube renegociou os contratos de Eden Hazard, Cesar Azpilicueta, Oscar e Thibaut Courtois. Em compensação, saíram Romelu Lukaku, Andre Schurrle and Ryan Bertrand.

Em novembro último, através de um comunicado oficial, o Chelsea anunciou um prejuízo líquido de €31 milhões diante de uma receita de €418 milhões, mas assegurou que os números se situavam dentro dos limites estabelecidos para o cumprimento dos regulamentos de Fair Play Financeiro da UEFA.

Hiddink assume o Chelsea pela segunda vez (foto - chelseafc.com)

Guus Hiddink, amigo pessoal de Abramovich, assume o Chelsea pela segunda vez.  (foto – chelseafc.com)

 

O Chelsea enfrenta ainda um difícil momento em termos técnicos se situando no modesto 14º lugar da Premier League 2015/16 e já eliminado da disputa da Copa da Liga a ponto de ter promovido a substituição do técnico campeão da temporada anterior, José Mourinho, pelo holandês Guss Hiddink.

A situação é diferente na Champions League em que o clube iniciará a fase de play offs contra o Paris Saint Germain no próximo dia 16 de fevereiro no Parc de Princes em Paris. A partir da volta será no dia 9 de março em Stamford Bridge em Londres.

 

 



MaisRecentes

O Real de Zidane lembra o Barça de Guardiola?



Continue Lendo

Neymar quebra recordes e encanta Paris



Continue Lendo

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo