Blanc renova com o PSG e sonha com a Champions



Atualizado às 20:00 h de 11/02/2016

 

O PSG decidiu renovar o contrato do técnico Laurent Blanc, 50 anos, até junho de 2018. O anúncio foi feito pelo próprio presidente do clube, Nasser al-Khelaïfi, que se não escondeu a satisfação com o trabalho que está sendo realizado pelo ex-craque da seleção francesa desde junho de 2013.

Segundo o presidente al-Khelaïfi, “nos últimos 3 anos, nosso técnico e sua comissão técnica estão escrevendo uma história gloriosa em nosso clube, vencendo campeonatos e estabelecendo recordes. Todas as condições foram favoráveis pela manutenção. Eu sempre confiei nele a capacidade de erguer o time a cada temporada, e ao mesmo tempo, com um grande estilo de futebol, que nossos fãs e fãs do futebol em geral, realmente apreciam”.

Lanrent Blanc e o presidente do PSG celebram o novo contrato (foto - www.psg.fr)

Lanrent Blanc e o presidente do PSG celebram o novo contrato (foto – www.psg.fr)

Ainda segundo o presidente do clube, além dos resultados, o tipo de futebol praticado pela equipe também contribuiu para a extensão do compromisso do técnico com o PSG: “eu adoro o estilo de jogo da nossa equipe, um estilo ele soube implantar. E isto é uma coisa que conta muito para mim”.

A liderança de Blanc junto ao elenco multimilionário do clube parisiense também foi destacado por al-Khelaïf que confessou jamais ter pensado noutro nome para o cargo: “os jogadores o respeitam demais. A relação entre eles é incrível: “eu sempre confiei em Laurent Blanc, jamais vislumbrei trocá-lo por um outro técnico”.

Para o diário esportivo L’Équipe o grande teste a que será submetida a relação do técnico com o clube está ligado ao resultado do clube na Champions League, velho sonho do presidente do PSG, até aqui não concretizado.

Laurent Blanc não escondeu a alegria de ter acertado a continuidade do trabalho no clube parisiense: “esta é a primeira vez que me propuseram um contrato tão longo na minha carreira de técnico. Espero estar a  altura de tamanha confiança. Desde minha chegada, me sinto honrado em trabalhar num clube com tamanhas ambições e extremamente satisfeito em treinar tantos talentos. Esperto que eu continue a fazer do PSG uma grande e respeitada força do futebol francês.”

As experiências anteriores de Blanc como técnico tinham sido no Bordeaux (2007 a 2010) e na seleção francesa (2010 a 2012).

Os números de Blanc na direção do PSG, no entanto, explicam a aposta confiante do presidente do clube no seu trabalho. Até hoje ele dirigiu a equipe em 15o partidas: com 111 vitórias, 26 empates e apenas 13 derrotas. Dos títulos nacionais disputados sob seu comando o PSG só não conquistou a Copa da França de 2014.  Desde 2013, o clube acumulou os títulos de campeão da Ligue 1 de 2013/14 e 2014/15, as Copas da Liga de 2013/14 e 2014/15 e a Copa da França de 2014/15.

Blanc e Ibrahimovic sonham com a Champions League (foto - fff.fr)

Blanc e Ibrahimovic sonham com o título da Champions League (foto – www.fff.fr)

Laurent Blanc foi um dos mais brilhantes zagueiros da história do futebol francês e de mais ampla experiência internacional. Ele atuou como jogador profissional, entre 1983 e 2003 pelo Montpellier, Napoli, Nîmes, Saint Etienne, Auxerre, Barcelona, Olympique de Marselha, Inter de Milão e Manchester United.

Pela seleção francesa, Blanc conquistou os 2 títulos mais importantes de sua carreira como atleta: a Copa do Mundo de 1998 e a Eurocopa de 2000.

Blanc era um zagueiro clássico extremamente técnico, com invejável sentido de colocação e de tempo de bola. Seu estilo se assemelhava bastante ao do ex-zagueiro da Seleção Brasileira e também ex-jogador do futebol francês, Ricardo Gomes.

O PSG, fundado apenas em 1970, foi adquirido pela Qatar Investments Company em 2011 e se transformou num dos clubes mais ricos do futebol internacional. Segundo o relatório “Football Money League 2015”, produzido pela empresa inglesa de consultoria Deloitte, o clube francês tem o quarto maior faturamento no mundo com € 480.8 milhões, ficando abaixo apenas de Real Madrid, Barcelona e Manchester United.

 



MaisRecentes

Jornais esportivos espanhóis de luto pelos atentados terroristas na Catalunha



Continue Lendo

Barcelona se revolta com matéria que vincula contratação de Paulinho aos interesses da empresa do presidente Bartomeu.



Continue Lendo

Campeonato Italiano com 20 clubes tem sido previsível e elitista ao longo da história



Continue Lendo