Berlusconi finalmente negocia 48% do Milan para consórcio de Mr Bee



Silvio Berlusconi e o empresário tailandês Bee Taechaubol – Mr Bee, para a mídia italiana – anunciaram, nesta sexta-feira, em Milão, um entendimento em torno da negociação de 48% das ações do AC Milan por um valor estimado em € 480 milhões.

A idéia do representante do consórcio novo co-proprietário é lançar ações do clube italiano numa Bolsa de Valores asiática (Hong Kong ou Cingapura) num prazo entre 10 e 16 meses e deste modo chegar à aquisição do controle acionário.

Bee Thaechaubol (centro) é o líder do consórcio que se associou ao AC Milan- foto do twitter pessoal de Victor Pablo Danna)

Bee Thaechaubol (centro) é o líder do consórcio que se associou ao AC Milan- foto do twitter pessoal de Victor Pablo Danna)

Em linhas gerais, este Blog antecipou os termos desta negociação no post “A era Berlusconi está perto do fim” do dia 20 de abril.

Mr Bee pretende aplicar os recursos aportados na operação para enfrentar o endividamento de curto prazo (cerca de € 120 milhões) e o restante em jogadores que reforcem imediatamente o elenco milanista.

O sucesso esportivo no curto prazo é fundamental no projeto do consórcio, que pretende alavancar vigorosamente as receitas da marca Milan no imenso mercado asiático.

Segundo o diário La Gazzetta dello Sport, o ex-capitão da seleção italiana campeã da Copa do Mundo, Fabio Cannavaro, é um dos parceiros do consórcio e deverá exercer alguma função na nova administração.

A empresa Doyen Sports Investments exercerá o papel de consultora nos investimentos em jogadores. Ela é a responsável pela transferência de Marcelo Cirino para o Flamengo, por exemplo, e detem os direitos de imagem de Neymar dentre outros negócios.

O consórcio liderado por Mr Bee aplicará um “business plan” desenvolvido pelo fundo Ads de Abu Dhabi que opera com bancos, gestores patrimoniais e instituições financeiras europeias e pelo China Citic Bank, que pertence à holding de propriedade do governo chinês, informa o jornal italiano especializado em noticiário econômico Il sole 24 ore.

Afinal, o matreiro e vaidoso Silvio Berlusconi conseguiu uma solução para o Milan no tempo que desejou, após as eleiçoes legislatvas na Itália. Teria sido uma demontração pública de fragilidade de seu império a concretização do início da venda do clube em meio ao processo eleitoral.

Schevchenko, Van Basten, Maldini e Kaká estão na história do Milan (site oficial do AC Milan)

Schevchenko, Van Basten, Maldini e Kaká estão na história do Milan (site oficial do AC Milan)

Teremos o  Milan de volta ao protagonismo do futebol mundial? É possível que sim. Mas, no futebol, além de ter dinheiro é preciso saber gastá-lo para os resultados aparecerem.

Atualizado às 11:26h de 08/06/2015



MaisRecentes

O prodígio gigante Donnarumma é o personagem das semifinais do Euro Sub 21



Continue Lendo

FIFA preocupada com boicote de países árabes ao Qatar, organizador da Copa de 2022.



Continue Lendo

Real Madrid, o “senhor das finais e do dinheiro” da Champions League



Continue Lendo