Barcelona é o dono incontestável do futebol mundial



“Somos locais outra vez”. Era a manchete sonhadora e orgulhosa do site do diário argentino “Olé” até segundos antes da partida, registrando a presença expressiva e entusiasmada da torcida argentina no International Yokohoma Stadium, completamente lotado. A partida foi disputada com 5ºC de temperatura e 76% de umidade.

Mas a massa argentina foi incapaz de reverter a imensa superioridade do Barcelona que venceu categoricamente o River Plate por 3 a 0 conquistando o Mundial de Clubes 2015 da FIFA, com gols de Messi e Suárez (2).

A manchete  após a partida do site do diário “Olé” define bem como se desenrolou a final com uma reverência ao time espanhol incomum de um veículo de comunicação argentino: “”Con los genios no se puede”.

Messi e Neymar celebram o primeiro gol (foto - fcbarcelona.com)

Messi e Neymar celebram o primeiro gol (foto – fcbarcelona.com)

Com o resultado o Barcelona celebra uma época extraordinária de sua história e conquista 5 das 6 competições que disputou em 2015: La Liga, a Copa do Rei, a Champions League, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes. Faltou a Supercopa da Espanha.

Este é o terceiro Mundial de Clubes de Messi, Iniesta, Piqué, Busquets e Dani Alves.

A mídia espanhola considera agora o Barcelona, com 3 títulos (2009/11/15), o maior vencedor do Mundial de Clubes da FIFA, desde que ele foi assim definido em 2000 quando o Corinthians o conquistou.

O Barcelona já assinalou 175 gols na temporada, sendo que 133 deles foram assinalados pelo tridente fantástico MSN.

O tridente brilhou mais uma vez na final. Suárez marcou 2, Messi 1 e Neymar participou dos 3 gols. Foi um domínio absoluto que resultou numa posse de bola média final de 63%, para a qual Busquets e Iniesta foram essenciais também.

A premiação individual da final diz muito do que foi a partida: Iniesta ganhou a Bola de Bronze, Messi a de Prata e Luisito Suárez a de Ouro.

Fica a questão: qual é o melhor Barcelona? O de Pep Guardiola ou o de Luis Enrique?

 

LANCE A LANCE DA FINAL

PRIMEIRO TEMPO

 

Aos 1:36′ Lionel Messi sofreu a primeira falta no meio campo.

Aos 3:00 primeiro escanteio para o River Plate, cobrado por Sanchez

Aos 5:50 – jogada perigosa pela direita com Alário que resultou em novo corner corner

Aos 7:30 primeira vez que Neymar tocou na bola

Aos 8:30 primeira jogada perigosa ofensiva do Barça com Suárez pela direita. Raktik foi bloqueado na hora do chute ao gol dentro da primeira área.

Aos 9:45 primeiro cartão amarelo do River. Kranevitter, em falta na intermediária

Aos 10:30 Balovero salva o River num chute limpo de Messi da entrada da área aproveitando assistência preciosa de Iniesta

A esta altura o Barcelona passou a se impor, ocupando trabalhando no campo argentino. A tentativa do River é marcar a saída de bola através de Busquets

Aos 12:40 o Barça comete a primeira falta na intermediária

Aos 14:oo Balovero é obrigado a sair da área com os pés para bloquear Suárez que recebia lançamento

Aos 15:40 amarelo em Jordi Alba em função de uma entrada precipitada e muito bem aproveitada pela encenação de Sánchez

Aos 18:26 primeira tentativa de tabela entre Neymar e Messi pelo lado esquerdo do ataque dentro da grande área do River, bloqueada por Maidana

Aos 21:20 falta no lado esquerdo do ataque espanhol de Mercado em Alba que resulta no primeiro atrito os 2 e que exigiu ação do árbitro

Aos 22:40 Neymar faz jogada pela esquerda e cruza para conclusão de Dani Alves de dentro da grande área defendida por Barovero

Aos 25:00 jogo equilibrado, mas com o controle da bola do Barça 65% no campo de River. O River cometeu sua 10ª falta na partida contra 3 do Barça

Aos 26:00 primeiro chute de fora da área do River com Alário, facilmente defendido por Bravo

Aos 27:45 juiz erra ao marca falta de Mascherano em Sánchez no lado direito do ataque do River. Não resulta em nada

Aos 29:52 Alário chuta perigosamente de fora da área no canto direito bem defendida por Bravo

Aos 32:00 cartão amarelo em Ponzio por falta dura e desnecessário em Dani Alves perto da área do River. Messi cobrou no canto esquerdo de Barovero que toca a bola para corner

GOL DO BARCELONA AOS 36:00 cruzamento de Dani Alves, assistência de cabeça de Neymar para Messi dominar com a leve ajuda de seu braço direito e completar de perna esquerda com categoria no alto esquerdo de Barovero. No jogo 499 de Messi no Barça ele assinalou seu gol. Com este gol, Messi passa a ser o maior artilheiro da história do Mundial de Clube da FIFA. Ele marcou gol em 2015 nas 6 competições oficiais: La Liga, Copa do Rei, Supercopa da Espanha, Supercopa da Europa e Mundial de Clubes

Neymar não marcou mas foi decisivo na final (foto - fcbarcelona.com)

Neymar não marcou mas foi decisivo na final (foto – fcbarcelona.com)

No momento do gol o Barcelona tinha 67% de posse de bola

Aos 40:00 o clima do jogo está algo tenso, com Ponzio pressionando o árbitro iraniano Alierza Faghani

Aos 42:00 falta para o Barça ma cobrada

Aos 42:34 Rakitk faz falta dura em Viudez e toma amarelo

Aos 43:oo partida interrompida para atendimento de Dani Alves que sofreu cotovelada involuntária de Alário. Lateral brasileiro aproveitou para ganhar tempo e esfriar a partida

Aos 45:40 Suárez desperdiça chance clara pela direita da grande área depois de assistência perfeita de Messi.

Fim de primeiro tempo, com a vitória parcial justa do Barcelona:

Posse de bola

River Plate 34%

Barcelona 66%

Faltas cometidas

River Plate 17

Barcelona 6

Cartões amarelos

River Plate 2

Barcelona 2

Sergio Busquets foi o maestro de sempre (foto - fcbarcelona.com)

Sergio Busquets foi o maestro de sempre (foto – fcbarcelona.com)

SEGUNDO TEMPO

O River Plate fez 2 substituições no intervalo com a entrada de González no lugar de Mora e Lucho González no lugar do já amarelado Ponzio  e começou o segundo tempo insistindo em marcar alto, tentando dificultar a saída de bola espanhola

Gol DO BARCELONA AOS 4:00  Busquets faz lançamento perfeito em diagonal colocando Suárez livre que entra pelo lado direito e chuta forte para marcar o segundo gol

Súarez ganhou o prêmio de melhor da final (fcbarcelona.com)

Súarez ganhou o prêmio de melhor da final (fcbarcelona.com)

Aos 7:00 jogada coletiva do ataque do Barça, Messi entra livre pela meia esquerda, mas toca fraco para defesa de Barovero. Suárez estava livre

Aos 9:00 Neymar cria jogada pela meia esquerda, enfia no centro para Messi que dribla na grande área e toca em cima de Barovero

Aos 9:45 Neymar faz fila, mas não consegue finalizar

Aos 10:00 Gallardo arrisca todas as suas chances e realiza a terceira substituição: sai Viudez e entra Driudez

Aos 11:oo Neymar e Messi voltam a tabelar pela esquerda, Messi tenta o gol quando poderia ter passado par Auárez

Aos 12:00 Suárez entra livre pela direita mas Baorvero defende o chute com os pés

Aos 14:00  – polêmica entre Suárez e Gonzalez. Árbitro paraliza o jogo. Suárez protestava contra jogada dura antes em Neymar fora do lance de jogo.

Aos 15:00  Neymar recebe amarelo por entrada forte em Mercado.

Aos 17:00 Mercado entra duro por trás em Neymar revidando a jogada anterior.

Aos 21:00  Luis Enrique faz a primeira alteração entra Serge Roberto no lugar de Raktik

GOL DO BARCELONA Aos 23:00 Neymar como que com as mãos coloca na cabeça de Luisito Suárez que toca no lado direito alto de um impotente Barovero

Suárez e Messi brilharam como nunca (foto - fcbarcelona.com)

Suárez e Messi brilharam como nunca (foto – fcbarcelona.com)

Aos 25:00 Serge Roberto faz falta e recebe amarelo “controlador” do árbitro

Aos 30:00 falta dura por baixo de Busquets

Aos 32:00 primeira jogada perigosa do River no segudo tempo em grande cabeçada de defendida brilhantemente por Bravo

Aos 34:00 o Barcelona administra o jogo no meio campo orquestrado por Lionel Messi que controla o jogo no círculo central

Aos 36:00 sai Javier Mascherano e entra o belga Vermaelen

Aos 38:00 ataque mais perigoso do River em chute de Martinez defendido pela ponta dos dedos de Bravo que acabou tocando na trave.

Aos 42:00 Neymar sofre falta de Maidana na entrada da área, não marcada

Aos 43:00 Neymar é substiuído por Mathieu e é ovacionado pela torcida do Barça e pelos japoneses presentes no estádio.

3 minutos de acréscimo definido pelo árbitro iraniano.

Fim de jogo e a prova irrefutável de que o FC Barcelona é o melhor time de futebol do planeta.

 

ESTATÍSTICAS FINAIS DA FINAL

Posse de bola

River Plate 37%

Barcelona 63%

Faltas cometidas

River Plate 22

Barcelona 13

Cartões amarelos

River Plate 2

Barcelona 4

 

 



  • Timão EÔ!

    ‘A mídia espanhola considera agora o Barcelona, com 3 títulos (2009/11/15), o maior vencedor do Mundial de Clubes da FIFA, desde que ele foi assim definido em 2000 quando o Corinthians o conquistou.’ Corrigindo: A Midia Mundial, pois só aqui no Brasil que considera intercontinental mundial, até os organizadores do então intercontinental nunca disseram que aquilo era mundial.

  • Mataporco

    Vamos ter que malhar esse ano para conseguir igualar o Barcelona, vamos conquistar o TRI em Tóquio com 50.000 torcedores no estádio….

MaisRecentes

Relatório aponta que todos os 12 principais clubes campeões nacionais de futebol na Europa são lucrativos



Continue Lendo

Os números de David Neres o colocam na trilha de Romário no futebol holandês.



Continue Lendo

Brasileiros na mira da Inter de Milão: Rafinha do Barça e Ramires do Jiangsu Suning.



Continue Lendo