Argentinos tem vantagem sobre brasileiros em finais da Libertadores



Lanús e Grêmio começam, nesta quarta-feira em Porto Alegre, as finais da Copa Libertadores 2017. Esta é a 14ª vez que brasileiros e argentinos disputam diretamente o título da competição. A vantagem argentina é categórica: 9 vezes vencedores no duelo decisivo contra apenas 4 em que os brasileiros levantaram o troféu.

O grande protagonista argentino nestes confrontos tem sido o Boca Juniors. Das oito finais de Libertadores que disputou 6 foram contra brasileiros. O Boca venceu 4 (em 1977 o Cruzeiro, em 2000 o Palmeiras, em 2003 o Santos e 2007 sobre o Grêmio) e perdeu 2 (em 1963 para o Santos e em 2012 para o Corinthians).

Pelo ranking histórico da Conmebol a final de 2017 reunirá o Grêmio, 12º colocado, contra o Lanús, 42º. O líder geral do ranking é o Boca Juniors. O São Paulo é o brasileiro melhor colocado na 6ª posição.


O Grêmio tem um recorde negativo contra argentinos na história deste torneio: O clube gaúcho já enfrentou dois argentinos em finais e perdeu ambas: em 1984 para o Independiente e em 2007 para o Boca.

As 13 finais que reuniram brasileiros e argentinos foram:

1-  Santos x Boca Juniors – 1963 – Santos campeão – Santos 2 a 3 na Bamobonera e 3 a 2 no Maracanã.

2- Estudiantes x Palmeiras – 1968 – Estudiantes campeão – Estudiantes 2 a 1 em La Plata e Palmeiras 3 a 1 em São Paulo. Estudiantes venceu a finalíssima por 2 a 0 no estádio Centenário de Montevidéo.

3- Independiente x São Paulo – 1974 – Independiente campeão – Em Avellaneda, Independiente venceu por 2 a 0 e perdeu por 2 a 1 em São Paulo. Os argentinos venceram po 2 a 0 no Defensores del Chaco em Assunção.

4- Cruzeiro x River Plate – 1976 – Cruzeiro campeão – Em Belo Horizonte o Cruzeiro goleou por 4 a 1, mas perdeu no Monumental de Nunes por 2 a 1. O time brasileiro venceu a terceira partida por 3 a 2 em Santiago do Chile.

5- Boca Juniors x Cruzeiro – 1977 – Boca Juniors campeão – Em Belo Horizonte o Cruzeiro venceu por 1 a 0 e, na Bambonera, o Boca também venceu pelo mesmo placar. Na partida extra, foi 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Nos pênaltis, os argentinos venceram por 5 a 4.

6- Independiente x Grêmio – 1984 – Independiente campeão – O time argentino venceu em Porto Alegre por 1 a 0 e conquistou o título com o empate sem gols em Avellaneda.

7- São Paulo x Newell’s Old Boys – 1992 – São Paulo campeão – O time brasileiro dirigido por Telê Santana perdeu em Rosário por 1 a 0 para o Newell’s de Marcelo Bielsa e venceu no Morumbi pelo mesmo placar. Na final por pênaltis o São Paulo venceu por 3 a 2.

8- Vélez Sarsfield x São Paulo – 1994 – Vélez Sarsfield campeão – O Vélez fez 1 a 0 em Buenos Aires e o São Paulo ganhou pelo mesmo placar no Morumbi. O Vélez ganhou nos pênaltis por 5 a 3.

9- Boca Juniors x Palmeiras – 2000 – Boca Juniors campeão – Empate em Buenos Aires por 2 a 2 e em São Paulo por 0 a 0. O Boca conquistou o título  nos pênaltis por 4 a 2.

10- Boca Juniors x Santos – 2003 – Boca Juniors campeão – O clube argentino foi a forra de 1963 vencendo na Bambonera por 2 a 0 e no Brasil por 3 a 1.

11- Boca Juniors x Grêmio – 2007 – Boca Juniors campeão – O clube argentino venceu incontestavelmente na Bambonera por 3 a 0 e no Olímpico por 2 a 0.

12- Estudiantes x Cruzeiro – 2009 – Estudiantes campeão – Empate por 0 a 0 em La Plata e os argentinos venceram por 2 a 1 no Mineirão.

13- Corinthians x Boca Juniors – 2013 – Corinthians campeão – Empate sem gols na Bambonera e vitória brasileira por 2 a 0 no Pacaembu.

 

 

 

 

 

 

 

 



MaisRecentes

Lillo, mentor de Guardiola e sucessor de Rueda, deixa o Atlético Nacional de Medellín



Continue Lendo

Florentino Pérez confia em Zidane e decide reforçar o elenco do Real Madrid



Continue Lendo

FIFA projeta um Super Mundial de Clubes para a partir de 2021



Continue Lendo