Apesar da campanha decepcionante, Milan não deverá contratar na janela de inverno.



Atualizado às 20:20h de 17/11/2017

 

O Milan não deverá realizar qualquer contratação na janela europeia de inverno no próximo mês de janeiro. Esta foi uma das informações passadas pelo administrador delegado Marco Fassone para os pequenos acionistas do clube em reunião no início desta semana, em Milão, logo após a Assembléia dos Acionistas.

Fassone admitiu inclusive que é mais provável que o clube negocie algum dos seus principais jogadores – Suso ou Donnarumma – em função dos compromissos financeiros do clube.

 

Personagens de um Milan que não existe mais (site oficial do AC Milan)

O balanço semestral de janeiro a junho de 1917 aprovado pela assembleia registrou um prejuízo de € 32.6 milhões. Além disto o clube está sendo pressionado pela UEFA por não estar respeitando o Fair Play Financeiro. Semana passada os dirigentes milanistas compareceram à sede da entidade em Nyon e apresentaram um plano de “voluntary agreement” (acordo voluntário) que espera que seja aprovado pela UEFA até o Natal. Em não sendo o clube receberá sanções inevitáveis.

Os investimentos realizados para a atual temporada giraram em torno de € 220 milhões na aquisição de jogadores de boa qualidade mas que não vingaram até aqui. Isto praticamente inviabiliza as metas de gerar receitas através da classificação para a Champions League e de dinheiro novo em projetos na China.

A própria exclusão da Itália do Mundial da Rússia deverá abalar o futuro imediato do futebol italiano com prováveis consequências sobre os clubes italianos.

A direção milanista também confirmou que, na semana passada, o acionista majoritário Yonghong Li¹ aportou mais € 22 milhões  no capital da sociedade, além dos € 27 milhões já transferidos até setembro. Deste modo Li completou € 49 milhões dos € 60 milhões previstos no plano de investimento anunciado na assembleia de acionistas de abril, dias após da aquisição do clube. A previsão dos acionistas é que as contas milanistas finalmente sejam superavitárias em 2021.

Donnarumma, o goleiro prodígio, pode ser negociado na janela de inverno (foto – acmilan.com)

Além disto o clube tem um compromisso de saldar ao fim de 2018 o investimento de € 303 milhões realizado pelo fundo de investimento americano Elliot. O grupo inglês BGB Weston foi contratado para encontrar, em 8 semanas, um banco que se disponha a assumir o papel que vem sendo desempenhado pelo fundo americano e que aceite alongar o prazo de liquidação para 5 anos, ou seja, deixando de ser em 2018 para ser realizada em 2023.

E futuro de San Siro?

A questão de como o clube encara as receitas produzidas pelas partidas e que é tão importante para os clubes ingleses, espanhóis e alemães, Fassone argumenta que “San Siro é extraordinário, mas, no médio prazo, não nos permite, nem a Inter, ganhar dinheiro como os grandes clubes modernos. Algo que temos que fazer, na Europa, um estádio compartilhado já não tem nenhum clube. Quer se trate de San Siro ou não, veremos. Há um debate aberto. Também vamos ouvir os torcedores. Precisamos de um estádio, a direção é traçada. Veremos qual será em breve”.

Os dirigentes também confirmaram que a Puma será o novo patrocinador de material esportivo com um contrato em valores inferiores aos pagos pela Adidas e que terá um resultado bastante condicionado pelo nível de venda dos produtos junto aos torcedores.

Fassone admitiu também que o desempenho da equipe é decepcionante e que as chances de classificação para a Champions League são remotas. O Milan está na 7ª posição na tabela depois 12 rodadas disputadas com 13 pontos de distância do líder Napoli contra quem atuará na noite do próximo sábado no estádio San Paolo.

 

¹O diário The New York Times publicou uma matéria na edição desta sexta-feira em que acusa Yonghong Li de ser um impostor. A reportagem nega que ele tenha “a maior mina de fósforo da China” e garante que o pai e o irmão de Li estão presos por darem um golpe de € 58 milhões num grupo de investimento.

 

 

 

 



MaisRecentes

FIFA ameaça a Espanha de exclusão da Copa do Mundo da Rússia em 2018



Continue Lendo

Há 70 anos o Real Madrid inaugurava o estádio Santiago Bernabéu



Continue Lendo

Quais foram os 11 melhores jogadores das 5 principais ligas europeias no último semestre?



Continue Lendo