Leicester: 7 partidas para uma conquista que já pareceu impossível



Atualizado às 13:40 h de 21/03/2015

 

A possibilidade de ocorrência da maior surpresa do futebol europeu nos últimos anos ganha consistência a cada rodada na Inglaterra com a confirmação da liderança da Premier League por parte do Leicester. Neste momento, a sete rodadas do fim da competição, o clube (66 pontos) está cinco pontos à frente do segundo colocado Tottenham (61 pontos) e a 11 do Arsenal (55 pontos), terceiro colocado, com uma partida a menos.

O título inédito do pequeno clube da cidade homônima com 330 mil habitantes, localizada a 159 km a noroeste de Londres, deixou de ser o sonho impossível surgido depois das primeiras rodadas a frente da tabela de classificação ainda no primeiro turno do campeonato para se transformar numa hipótese absolutamente provável no momento.

Claudio Ranieri. 64 anos, já treinou o Chelsea. (foto: for Rob Tanner)

Claudio Ranieri, 64 anos, já treinou o Chelsea e chegou desacreditado ao clube
(foto: for Rob Tanner)

A análise das chances do Leicester resulta num diagnóstico animador. O próprio técnico Claudio Ranieri declarou após a sofrida, mas fundamental vitória sobre o Crystal Palace, por 1 a 0, no Selhurst Park, no último sábado: “faltam sete partidas e não vai ser fácil. Somos o Leicester. Se o Chelsea ou o City tivessem esta vantagem, a Premier League já seria considerada ganha. Começamos a temporada lutando pela sobrevivência e agora brigamos por algo inesperado. Estamos perto da conquista da Premier”.

Resta ao Leicester: Southampton (casa), Sunderland (fora), West Ham (casa), Swansea (casa), Manchester United (fora), Everton (casa) e Chelsea (fora).

A sequência para o Tottenham, pela lógica, se apresenta bastante mais complicada: Liverpool (fora), Manchester United (casa), Stoke City (fora), West Brom (casa), Chelsea (fora), Southampton (casa) e Newcasttle (fora).

A consistência da campanha da equipe de Ranieri foi reconhecida na última semana por Sir Alex Ferguson, um dos técnicos mais vitoriosos da competição em sua história, em entrevista ao diário inglês The Sunday Times. Sir Alex foi enfático em sua previsão, prevendo para o dia 24 de abril, na partida, em casa, contra o Swansea  pela 35ª rodada, a garantia matemática da conquista a 3 rodadas do fim da competição. Nestes termos, o Leicester visitaria o Manchester United no dia 1º de maio com o título da elite inglesa assegurado, o primeiro em seus 132 anos de existência. Ainda segundo Sir Alex, o meio campista francês Kanté é o grande jogador do clube e da própria Premier League. Ele está convocado pelo técnico Didier Dechamps da seleção francesa para os amistosos contra Holanda (25/03) e Rússia (29/03).

O incansável e completo meio campista francês Kanté (foto - divulgação)

O incansável e completo meio campista francês Kanté (foto – divulgação)

Se a previsão de Sir Alex se confirmar o Leicester estará repetindo alguns feitos semelhantes lembrados na edição de hoje do diário espanhol El País: o Nottingham Forrest na mesma Inglaterra em 1977/78, o Verona em 1984/85 na Itália, o Kaiserslautern em 1997/98 na Alemanha e o Montpellier em 2011/12 na França.

 

 

 



MaisRecentes

Raios X dos 100 gols de Messi pelo Barça em competições europeias



Continue Lendo

Barça exibe bandeira pelo diálogo na Catalunha mas impede a distribuição de cartazes no Camp Nou



Continue Lendo

Barça exibirá bandeira gigante antes da partida contra o Olympiacos propondo diálogo na Catalunha



Continue Lendo