O Barcelona fantástico de Luís Enrique resgata os formados em La Masia



O imparável Barcelona de Luís Enrique, já sabemos, não se cansa de superar recordes e fazer história, mas vai além. A equipe que conta com o assombroso MSN demolidor vem resgatando também uma tradição que mudou a história do clube e o conduziu ao protagonismo do futebol espanhol e europeu: o resgate da participação das novas gerações de jogadores formados em La Masia, o tradicional CT das divisões de base do clube catalão.

Na goleada impiedosa deste sábado por 6 a 0 sobre o Getafe, Messi realizou mais uma de suas performances inesquecíveis com quatro assistências, um gol (448º em 12 temporadas), um punhado de lances magistrais e um pênalti perdido. E foi a formação que rodeou o extra-classe argentino que merece ser encarado como o outro destaque da tarde memorável no ensolarado Camp Nou diante de 87 533 torcedores.

Um gênio e um extraterrestre juntos (foto - fcbacelona.com)

Um gênio e um extraterrestre juntos (foto – fcbacelona.com)

Ao longo da partida, 9 dos 14 jogadores que estiveram em campo com a camisa azul e vermelha foram formados em La Masia, representantes de diversas gerações: Aleix Vidal, Marc Barta, Jordi Alba, Sergi Samper, Sergi Roberto, Lionel Messi e Munir El Haddad formavam o 11 catalão ao apito final do árbitro. Gerard Piqué e Andrés Iniesta já se encontravam no banco de reservas substituídos por precaução tendo em vista o confronto dos próximos dias contra o Arsenal pela Champions League. Pode-se dizer que entre os 9 barcelonistas surgidos em La Masia estão representantes de pelo menos 4 gerações de atletas lá formados.

Na exibição de gala sobre o Getafe, Luis Enrique colocou em campo apenas Claudio Bravo, Jérémy Mathieu, Thomas Veermalen, Arda Thuran e Neymar como bem aventurados forasteiros que só passaram a integrar o Barcelona quando profissionais.

A fórmula do Barcelona que vem se impondo nas últimas décadas e o transformando no clube mais vencedor do futebol é simples: a combinação de jovens talentosos formados no próprio clube com alguns dos melhores jogadores do planeta.

"Para Messi seguir assim: darei até para ele comemorar o aniversário de seu gato" - foto - fcbacelona.com)

Memes da torcida barcelonista: “Para Messi seguir assim: darei férias a ele até pelo o aniversário de seu gato” – foto – fcbarcelona.com)

Feliz o clube que conta, no século XXI, com uma equipe com nítidas influências de gente como Rinnus Michels, Johan Cruyff, Frank Rijkaard, Ronaldinho, Pep Guardiola, Lionel Messi, Andres Iniesta, Hernandez e Luís Enrique. E, por obras deste nível e grandiosidade, se sente em condições de se definir como “Mais que um clube”.

 

 



MaisRecentes

Raios X dos 100 gols de Messi pelo Barça em competições europeias



Continue Lendo

Barça exibe bandeira pelo diálogo na Catalunha mas impede a distribuição de cartazes no Camp Nou



Continue Lendo

Barça exibirá bandeira gigante antes da partida contra o Olympiacos propondo diálogo na Catalunha



Continue Lendo