Volante com passagem por seleção de base busca recomeço no Sampaio Corrêa após duas cirurgias no início da carreira



Foto: Divulgação

Lucas Lucena, hoje com 22 anos, ficou sete meses afastado dos gramados por causa de lesão no joelho quando iniciava processo de transição do juniores para o profissional no Bahia. Três anos depois, passou pelo mesmo problema, dessa vez no Olaria-RJ.

Pesadelo de muitos jogadores, a lesão de joelho ronda os campos de futebol, e muitas vezes, já dá as caras bem antes do atleta sequer estrear pelo profissional. Esse foi o caso do volante Lucas Lucena, que aos 18 anos, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito quando estava na transição do juniores para o profissional do Bahia, no final de outubro de 2015.

Foto: Divulgação

O meio-campista passou por tratamento cirúrgico, e após ficar afastado dos gramados por sete meses, retornou aos campos em junho de 2016, porém, sem ser aproveitado pelo novo técnico, acabou deixando o tricolor baiano ao fim do contrato no ano seguinte.

– Quando fui para o Bahia o treinador era o Doriva. Ele viu alguns treinos do sub-20 e me chamou para treinar com o principal. Estava treinando com eles já fazia uns quatro meses, me adaptando bem e prestes a ser relacionado pra jogo com os profissionais, mas aí veio essa lesão. Quando me recuperei o Doriva já tinha saído, e no lugar estava o Guto Ferreira. Com ele, infelizmente as coisas aconteceram de outra forma e acabei não tendo muitas chances.

Carioca, Lucena começou no Botafogo-RJ com apenas dez anos. No alvinegro, jogou até o sub-17, onde conquistou títulos e recebeu convocações para a seleção brasileira de base, antes de se transferir para o Bahia. Depois de uma passagem pelo Galícia-BA, o volante foi para o Olaria-RJ, e foi lá, em 2018, que precisou operar novamente o joelho, o mesmo anteriormente lesionado, dessa vez por causa de uma ruptura parcial do ligamento, além de uma correção da primeira cirurgia. Foram mais sete meses parado, até que, completamente curado, acertou com o Itumbiara-GO no início de 2019. Pelo time goiano, foi titular em 11 jogos do campeonato estadual, muitos deles como capitão.

As boas atuações pelo Itumbiara despertaram o interesse do Sampaio Corrêa, que contratou o jogador em abril deste ano para a disputa do Campeonato Brasileiro Série C.  Aos 22 anos e com quatro partidas disputadas pela Bolívia Querida, Lucena encara o novo clube como um reinicio de sua carreira.

Foto: Divulgação

– Fiz um bom campeonato pelo Itumbiara. Atuei em praticamente todos os jogos e isso te dá confiança para seguir trabalhando. Quando soube que iria para o Sampaio fiquei extremamente feliz. Um clube grande do cenário nacional. Espero conquistar títulos, mas principalmente, ter uma boa sequência de jogos e ajudar dentro de campo. Juntando as duas cirurgias fiquei mais de um ano sem jogar. Acredito que estou tendo uma chance de recomeçar minha trajetória no futebol aqui e não quero deixar de aproveitá-la.

Foto: Divulgação

O Sampaio Corrêa volta a campo neste sábado (15), às 19h15, diante do ABC, no Castelão, em jogo válido pela oitava rodada da Série C.



MaisRecentes

Victor Hugo quer Joinville focado em reta final da Copa SC



Continue Lendo