Embaixador Pelé – O Verdadeiro Rei do Rio



Foto: Pelé e Didi

“Esse sim, é o verdadeiro Rei do Rio…”

O campeonato carioca de 2018 começou e já tem um Rei como Embaixador. Nada mais justo, que esse blog conte apenas um milésimo de linhas do que foi a história do Rei Pelé.

Em 1958, na Copa do Mundo da Suécia, o jovem Pelé tinha como “parceiro” o craque Didi.

Foto: Pelé e Didi

Pelé que ainda não era o Rei, tinha apenas 17 anos, e aprendeu muita coisa com o Gênio Didi que com mais de 30 anos, foi um dos mentores da seleção de 58.

Leiam Também:

Batemos um papo com o Pelé das artes plásticas

CURIOSIDADE 

O Rei Pelé ficou no banco de reservas da seleção brasileira com a camisa 13, em um jogo amistoso contra a Bulgária no Estádio do Morumbi (SP). Pelé entrou no segundo tempo no lugar do Tostão.

Pelé com a camisa 13

Pelé no Banco de Reservas com a camisa 13?

Pelé se consagrou para o mundo com a camisa 10. Foi com essa camisa que o Rei ganhou suas três Copas do Mundo e transformou a camisa em símbolo dos grandes craques. Porém Pelé já usou outra camisa em sua carreira, a de número 13.

No dia 26 de abril de 1970, com Zagallo como treinador, Pelé ficou no banco de reservas em um amistoso contra a Bulgária, que terminou empatado em 0 a 0, na preparação para a Copa do Mundo do México – naquele dia, no Morumbi, o titular da posição, o camisa 10, foi Tostão.

É ele quem conta o que aconteceu: “O Zagallo tinha convocado dois centroavantes, Roberto Miranda, que era o titular, e o Dário. Como eu seria o reserva do Pelé na Copa, ele quis ver como eu me sairia na posição. Por isso, o Pelé ficou no banco.” Recorda Tostão.

Teste concluído, já no jogo seguinte, três dias depois contra a Áustria, Pelé voltaria ao time titular e com sua boa e velha camisa 10.

O Soldado Nascimento

Pelé quando esteve no serviço Militar

O Rei Pelé logo após ser campeão mundial em 1958, na Suécia e recusar uma proposta milionária para jogar no Real Madrid da Espanha. Já era famoso mundialmente quando entrou para o serviço militar no 6º grupo de Artilharia de Costa, em Praia Grande, São Paulo, Como Soldado 201 Nascimento.
Pelé serviu o Exécito em 1959.



MaisRecentes

Batemos um papo com Roberto Gaúcho ex-atacante de Grêmio, Vasco e Cruzeiro



Continue Lendo

Batemos um papo com Fábio Augusto, ex-volante de Fla, Guarani e Timão



Continue Lendo

No FutRetrô de hoje tem a final do Campeonato Paulista de 1999 – Corinthians campeão



Continue Lendo