Batemos um papo com Fabio Matias, técnico do Figueirense na Copa-SP



Após eliminar Flamengo e Palmeiras, técnico do Figueirense na Copinha exalta trabalho

A campanha do Figueirense na Copa São Paulo de Futebol Júnior é de se destacar. Já classificado para as quartas-de-final da competição, a equipe catarinense eliminou dois gigantes pelo caminho: Flamengo e Palmeiras. Técnico do time alvinegro, Fabio Matias faz questão de destacar os motivos pelos quais ele acredita que sua equipe conseguiu vencer os dois últimos jogos contra adversários grandes: o nível de concentração de sua equipe.

Foto: Divulgação do Figueirense

– O fato de você jogar com adversários destes motiva demais. Ano passado, por exemplo, o Flamengo foi campeão da Copa SP e o Palmeiras teve a base mais vencedora de 2018. Isso faz com que meu jogadores entrem com nível de atenção mais alto, num nível de exigência grande. O Figueirense também tem tradição, todo um trabalho de base de anos, histórico em Santa Catarina de ser o maior vencedor de estaduais, então isso faz com que a gente não se omita em relação a esses adversários – disse Fabio, que exaltou o trabalho realizado:

– A forma com que a gente vem trabalhando, desde o meio do ano passado praticamente, é ótima. Ajustamos bem a equipe, as peças, escolhemos os jogadores, fizemos uma boa estratégia de preparação, tivemos essa equipe jogando a Copa Santa Catarina profissional, então isso fez com que a gente também em termos de maturidade crescesse bastante.

Apesar da grande campanha ser uma surpresa para todos, principalmente pelas eliminações de Flamengo e Palmeiras, Fabio garante o grupo do Figueirense já entrou na competição com a expectativa de fazer uma campanha de alto nível.

– A gente entrou sim com uma perspectiva muito boa, tínhamos sim uma perspectiva alta. O objetivo é traçado jogo a jogo, mas pelo que a gente tinha visto do desempenho da nossa equipe na Copa Santa Catarina, estávamos com gosto de avançar na competição e chegar ao máximo possível – disse Fabio, que concluiu projetando o duelo contra outra surpresa na competição, o Guarani.

– Jogo difícil, eles também vêm de duas vitórias expressivas, um 5 a 0 em cima do Internacional e 1 a 0 em cima do Botafogo, clubes grandes e tradicionais na base. É um time que eu conheço também o treinador, ele vai buscar uma estratégia adequada pra tentar ganhar o jogo.

Acompanhem os nossos parceiros


MaisRecentes

Feliz aniversário Evair, um atacante vitorioso e diferenciado, “O matador”



Continue Lendo

Everton Sena fala sobre melhorar o ritmo de jogo e os objetivos da Portuguesa na Taça Rio



Continue Lendo