Batemos um papo com Deola, goleiro do América-RJ



Goleiro Deola aposta em bom momento do América-RJ para semana decisiva da seletiva do campeonato carioca

Após três rodadas da Seletiva do Campeonato Carioca, as seis equipes que disputam duas vagas na elite do futebol do Rio de Janeiro vivem expectativa para a definição do torneio. Ao fim dessa semana, mais duas rodadas serão disputadas e no domingo saberemos quais equipes integrarão a primeira divisão do estadual.

Foto: Juliana Oliveira/América-RJ

O goleiro Deola, do América-RJ falou sobre a recuperação do Mecão após a vitória sobre o Macaé na última rodada.

“O desempenho da equipe tem sido bom. Foram dois resultados inesperados e isso acaba gerando uma certa desconfiança por parte dos torcedores. Mas quem assistiu os jogos viu que o nosso time teve um bom domínio. Em alguns momentos faltou calma e tranquilidade, coisa que a gente já melhorou no nosso último jogo. Percebo que nosso time tem evoluído bastante, tivemos uma mudança do jeito de jogar, corremos menos perigo e isso fez toda a diferença”, falou o jogador.

O experiente goleiro de 35 anos, que acumula boas passagens por grandes equipes do futebol brasileiro, como Palmeiras, Vitória, Fortaleza e Guarani estreou oficialmente pelo América justamente na estreia do time nesta competição. Em três partidas a equipe tradicional do Rio de Janeiro acumula uma derrota para o Americano por 1 a 0, um empate por 1 a 1 diante do Resende e a recente vitória sobre o Macaé por 1 a 0, que contou com um “milagre” do goleiro. O jogador comentou sobre essa semana decisiva.

“Essa será a semana que vai definir a nossa situação para o resto da temporada. Vamos enfrentar uma viagem desgastante de quase seis horas para enfrentar o Goytacaz lá em Campos. Depois vamos ter uma viagem de volta também muito desgastante para enfrentar o Nova Iguaçu em casa, que pode ser a decisão para nós. Temos que nos cuidar muito para podermos dar o nosso melhor dentro de campo”, contou Deola.

A situação do grupo da seletiva está bem equilibrada e nenhuma equipe ainda conseguiu garantir uma das vagas para a próxima fase. A equipe do Americano é líder da competição com sete pontos, seguido pelo Resende (cinco pontos), o Mecão é o terceiro colocado, com quatro pontos, na frente do Nova Iguaçu (três pontos) e do Goytacaz (um ponto). Deola também falou sobre o que espera dos dois confrontos finais.

“O Goytacaz é uma equipe que já não tem chances de subir então não sei até que ponto isso desmotiva a equipe deles, mas por outro lado eles estão de técnico novo e a torcida deles comparece no estádio e cobra a vitória, então acho que não será um jogo fácil. O Nova Iguaçu já é uma equipe que sempre faz times competitivos, mas está com um retrospecto desfavorável fora de casa, mas justamente isso pode ser uma motivação a mais para eles. Dependendo do que acontecer nessa próxima rodada o time deles pode vir com chances de subir também, então acredito que esse pode ser o jogo mais difícil dessa seletiva porque ele pode decidir nosso futuro”, revelou o goleiro.

A partida entre América-RJ e Goytacaz ocorre nesta quinta-feira (10), às 20h00, no estádio Ary de Oliveira e Souza. Já a último compromisso do Mecão na seletiva está marcado para o próximo domingo (13), às 16h00.

Acompanhem os nossos parceiros


MaisRecentes

Em busca da classificação no Paulista sub-17, volante do Red Bull Brasil frisa: ‘temos que fazer a nossa parte’



Continue Lendo

Atacante do Ituano Sub-17 projeta duelo com o Juventus por vaga no Paulistão



Continue Lendo