Vitinho é um dos atacantes com a maior média de desarmes no Brasileirão



Vitinho completou 20 jogos pelo Flamengo (Foto: Liamara Polli/AGIF)

Contratação mais cara da história do Flamengo – 10 milhões de euros -, Vitinho precisou de 11 jogos para marcar o seu primeiro gol pelo clube. No último domingo, em sua 20ª partida pelo time, contra o Paraná, o atacante balançou as redes apenas pela segunda vez e deu uma assistência, a sua 4º no Brasileirão. Porém, apesar da fase artilheira do jogador ainda não ter aflorado, o camisa 14 vem sendo importante em outros fundamentos. Um deles, os desarmes.

Com 29 roubos de bola em apenas 14 jogos, o rubro-negro tem uma média inferior apenas a de Cardona, do Ceará. O colombiano, entretanto, entrou em campo apenas três vezes com a camisa do Vozão, tendo conseguido desarmar seus adversários em nove oportunidades.

Entre os atletas que disputaram mais de dez jogos, como Vitinho, quem mais se aproxima do flamenguista é Romero. O corintiano lidera o ranking geral de desarmes entre os atacantes, com 35 roubos de bola – um a mais que Silvinho, do Paraná -, sua média entretanto, é inferior a de Vitinho, tendo um aproveitamento de 1,66 por partida.

Vice-líder do Brasileirão, o Flamengo é o segundo time com mais desarmes no campeonato, perdendo exatamente para o líder Palmeiras. São 559 recuperações de posse do Alviverde contra 555 dos cariocas.

ATACANTES COM AS MAIORES MÉDIAS DE DESARMES NESTE BRASILEIRO
– Dados do Footstats

1º – Cardona – Ceará – 9 desarmes em 3 jogos – 3,00 de média
2º – Vitinho – Flamengo – 29 desarmes em 14 jogos – 2,07 de média
3º – Keno – Palmeiras – 18 desarmes em 9 jogos – 2,00 de média
Diego Gonçalves – Paraná – 2 desarmes em 1 jogo – 2,00 de média
5º – Victor Andrade – Chapecoense – 11 desarmes em 6 jogos – 1,83 de média



MaisRecentes

Números da Bola ganha novo espaço no LANCE!



Continue Lendo

Cristiano Ronaldo atinge seu primeiro recorde na Itália



Continue Lendo

Fluminense traz Fernando Diniz mas perde seus maiores passadores



Continue Lendo