Veja como ficou a Seleção das Estatísticas do Brasileirão após a 34ª rodada



Gabriel Jesus e Diego Souza são os maiores finalizadores (Fotos: Arquivo LANCE!)

Gabriel Jesus e Diego Souza são os maiores finalizadores (Fotos: Arquivo LANCE!)

– Como funciona:

Após cada bloco de jogos, o Blog Números da Bola traz a atualização da Seleção das Estatísticas do campeonato. Usando dados do Footstats, o blog monta um selecionado com os atletas que possuem os melhores números na competição até o momento.

No gol, por exemplo, fica com a camisa 1 o goleiro que tiver realizado a maior quantidade de defesas. Quando dois ou mais empatarem, a segunda estatística analisada será os gols sofridos.

O time montado após as rodadas levará em conta as estatísticas gerais do Brasileirão e não apenas a do último jogo. A ideia não é montar a equipe supostamente ideal, mas sim destacar os jogadores com os melhores números em suas posições. Por conta disso, diversos fundamentos entram como prioritários.

Nas laterais, os melhores cruzadores. Na defesa, os que mais rebateram bolas de suas áreas. No meio, um volante que desarma, outro que vira o jogo, um meia garçom e outro que cria. Na frente, um atacante goleador e outro finalizador. Como 12º jogador, o principal driblador.

– Estatísticas utilizadas para a escolha de cada jogador:

1 – Goleiro – +defesas realizadas/-gols sofridos
2 – Lateral-direito – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
3 – Zagueiro – +rebatidas/+desarmes/+gols marcados
4 – Zagueiro – +rebatidas/+desarmes/+gols marcados
5 – Volante/meia – +desarmes/+passes certos/+assistências para finalização
6 – Lateral-esquerdo – +cruzamentos certos/+desarmes/+assistências para finalização
7 – Meia – +assistências para finalização/+assistências para gols/+gols/+ desarmes
8 – Volante/Meia – +inversões de jogo corretas/+desarmes/+passes certos
9 – Centroavante – +gols/+finalizações certas/+assistências para finalização
10 – Meia – +assistências para gols/+gols/assistências para finalizações/+ dribles
11 – Meia/Atacante – + finalizações certas/+gols/+assistências para finalização/+ assistência para gol
12º jogador – + dribles/+finalizações certas/+assistências para finalização/+gols

Veja como está a Seleção das Estatísticas do Brasileirão 2016:
– Em negrito os jogadores que entraram nesta rodada na seleção; veja aqui quem saiu

1 – Vanderlei – Santos – 90 defesas/28 gols sofridos
2 – William – Internacional – 35 cruzamentos certos/88 desarmes/51 assistências para finalização
3 – Vitor Hugo – Palmeiras – 341 rebatidas/43 desarmes/4 gols
4 – Juninho – Coritiba – 375 rebatidas/51 desarmes/1 gol
5 – Willian Arão – Flamengo – 100 desarmes/1533 passes certos/32 assistências para finalização
6 – Reinaldo – Ponte Preta – 41 cruzamentos certos/52 desarmes/39 assistências para finalização
7 – Gustavo Scarpa – Fluminense – 92 assistências para finalização/9 assistências para gol/8 gols/28 desarmes
8 – Cléber Santana – Chapecoense – 62 viradas de jogo/32 desarmes/1473 passes certos
9 – Diego Souza – 13 gols/36 finalizações certas/39 assistências para finalização
10 – Arrascaeta – Cruzeiro – 9 assistências para gol/5 gols/53 assistências para finalização/10 dribles
11 – Gabriel Jesus – Palmeiras – 37 finalizações certas/11 gols/33 assistências para finalização/3 assistências para gol
12º jogador – Marinho – Vitória – 39 dribles/30 finalizações certas/32 assistências para finalização/8 gols



  • Eros Leal Nascimento

    O correto não seria fazer a média desses scouts por jogo? Porque, por exemplo, um zagueiro pode ter 30 desarmes em 38 jogos e outro zagueiro ter 25 desarmes em 25 jogos. Qual dos dois deveriam ganhar?

    • André Schmidt

      Não existe certo ou errado. Existem diversas formas de se fazer. Pode ser por média por jogo, média por minutos, gols por finalização… Aqui no blog, faço por volume. É mais simples e informativo. Um jogador pode estrear na última rodada e fazer dois gols. Ele seria mais importante que o jogador que fez 20 em 30 jogos por ter melhor média? Não. Sempre terão casos e casos, acho essa fórmula mais simples. Até porque, ter uma sequência de jogos também é diferencial. Para montar a Seleção, faço desta maneira, mas sempre procuro usar estas médias em outras matérias para terem mais de uma forma de analisar. Abraço!

MaisRecentes

Rodada do Brasileirão pode render lucro de até 500% em casas de apostas



Continue Lendo

Top 35: os maiores garçons do Brasileirão



Continue Lendo

Após goleada, Flamengo passa a liderar duas estatísticas do Brasileirão



Continue Lendo